Correio do Povo

Porto Alegre, 17 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
19ºC
Amanhã
19º 29º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

09/12/2013 12:37 - Atualizado em 09/12/2013 12:59

País do futebol não pode mais conviver com violência nos estádios, afirma Dilma

Presidente da República lamentou briga que deixou feridos na Arena Joinville

Briga no jogo entre Atlético-PR e Vasco deixou torcedores feridos<br /><b>Crédito: </b> Heuler Andrey / AFP / CP
Briga no jogo entre Atlético-PR e Vasco deixou torcedores feridos
Crédito: Heuler Andrey / AFP / CP
Briga no jogo entre Atlético-PR e Vasco deixou torcedores feridos
Crédito: Heuler Andrey / AFP / CP

A presidente Dilma Rousseff lamentou nesta segunda-feira, em sua conta no Twitter, a briga entre torcedores no jogo entre Atlético-PR e Vasco, pela última rodada do Campeonato Brasileiro nesse domingo. Para Dilma, o país do futebol não pode mais conviver com a violência nos estádios. Ela defendeu a presença da polícia nos estádios, a prisão em flagrante em caso de violência e a criação de uma delegacia do torcedor para que cenas como a de ontem sejam coibidas.

“São chocantes as cenas de brigas entre torcedores no jogo Atlético-PR x Vasco. Esta violência vai contra tudo o que acreditamos ser o futebol, um esporte de paixão, mas também de tolerância. O país do futebol não pode mais conviver com a violência nos estádios. Conversei com o ministro Aldo Rebelo, que acompanha o caso. É necessária a presença da polícia nos estádios, a prisão em flagrante em caso de violência e a criação de uma delegacia do torcedor para que cenas como a de ontem sejam coibidas”, disse.

Nas mensagens sobre o tema no Twitter, a presidente usou a hashtag #PazNosEstadios. Na noite desse domingo, o Ministério do Esporte divulgou nota em que condenou os atos de violência entre os torcedores durante jogo da última rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Na nota, o ministério informou que os "responsáveis devem ser identificados e punidos, cumprindo-se o Estatuto do Torcedor, que prevê penas de reclusão e de banimento dos estádios aos torcedores que cometerem atos de violência".

Bookmark and Share


Fonte: Agência Brasil







O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.