Correio do Povo

Porto Alegre, 24 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
12º 22º


Faça sua Busca


Esportes

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

15/12/2013 09:13 - Atualizado em 15/12/2013 09:24

Bolt vence corrida de 100m com ônibus na Argentina

Jamaicano teve desempenho melhor que coletivo em uma avenida central de Buenos Aires

Bolt vence corrida de 100m com ônibus na Argentina<br /><b>Crédito: </b> Mariano Sanchez / AFP
Bolt vence corrida de 100m com ônibus na Argentina
Crédito: Mariano Sanchez / AFP
Bolt vence corrida de 100m com ônibus na Argentina
Crédito: Mariano Sanchez / AFP

O jamaicano Usain Bolt, dono de seis medalhas de ouro olímpicas e recordista mundial dos 100 e 200m rasos, derrotou um adversário inusitado em Buenos Aires. A "corrida" foi disputada na emblemática avenida 9 de julho, no centro da capital argentina, e o velocista levou a melhor contra um ônibus, diante de uma plateia de centenas de fãs.

Pouco antes do evento, o jamaicano descartou competir na prova dos 400m rasos nos Jogos Olímpicos do Rio Janeiro, em 2016. "Não vou correr os 400m no Rio porque trata-se de uma prova muito dura, que requer um grande volume de treinamento. Meus próximos desafio serão baixar minhas marcas e vencer nos próximos Jogos", afirmou.

"Conquistar medalhas de ouro em três olimpíadas seguidas é algo que ninguém nunca conseguiu em provas de velocidade. Já alcancei a maioria das minhas metas, mas elevar o nível é sempre bom", acrescentou. Em Londres-2012, Bolt sagrou bicampeão olímpico de três modalidades (100m, 200m e revezamento 4x100 m), repetindo a façanha de Pequim, em 2008.

Apesar de ser o grande favorito de todas as provas que disputa maior estrela do atletismo mundial se disse preparado para a derrota. "Para mim, perder significa que não posso ser o melhor. Mas desde criança me ensinaram que para ganhar, era preciso saber perder. Perder também é sinônimo de superação, porque é preciso melhorar sempre para alcançar seus objetivos", explicou.

Os últimos anos, Bolt sofreu apenas uma derrota marcante, na final dos 100 m do Mundial de Daegu-2011, quando foi eliminado por ter queimado a largada. Na sua estadia na capital argentina, o jamaicano de 27 anos também deu dicas a meninos de comunidades carentes.

Bookmark and Share

Fonte: AFP







O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.