Correio do Povo

Porto Alegre, 24 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
17ºC
Amanhã
12º 22º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Inter

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

16/12/2013 10:15 - Atualizado em 16/12/2013 10:16

Inter quer jogadores “ambiciosos” para 2014

Marcelo Medeiros traça perfil dos reforços almejados e projeta mudança na postura do time

Inter não deve investir em grandes nomes para 2014<br /><b>Crédito: </b> Alexandre Lops / Divulgação Inter / CP
Inter não deve investir em grandes nomes para 2014
Crédito: Alexandre Lops / Divulgação Inter / CP
Inter não deve investir em grandes nomes para 2014
Crédito: Alexandre Lops / Divulgação Inter / CP

O ano ruim não ocasionará mudanças radicais no grupo de jogadores do Inter. Ao invés de mudar nomes, o vice-presidente de futebol, Marcelo Medeiros, promete uma alteração na postura. Ele acena com um time mais ágil, mais rápido e com uma postura mais agressiva dentro de campo. Medeiros, enfim, quer uma equipe “irresignada diante de um resultado desfavorável”, mesmo que os jogadores sejam os mesmos de 2013. “Não haverá revolução. Vamos fazer as alterações necessárias, mas manter o que está correto. No futebol, mudanças drásticas quase nunca funcionam”, defende Marcelo Medeiros.

Na verdade, além de uma questão estratégica, há outra que se impõe no momento. Uma reforma do elenco custaria muito caro pois, além dos investimentos necessários à contratação de novos jogadores, a dispensa daqueles que estão no Beira-Rio não seria barata. A folha salarial já sofreu uma redução. As saídas de Kleber e Gabriel, cujos contratos se encerraram, e a venda de Leandro Damião rebaixaram os custos do futebol em cerca de R$ 1 milhão mensais. Outros serão contratados, mas com salários bem mais baixos. “Temos de ser críticos e investigar o mercado. Nosso objetivo é encontrar jogadores competitivos, que tenham ambição na carreira”, explica Medeiros.

O dirigente não comenta oficialmente, mas o Inter procura dois ou três reforços para a defesa (um zagueiro e dois laterais), um goleiro e um volante. Por enquanto, apesar da saída de Leandro Damião, o clube não deve investir na contratação de atacantes. Nenhum deles tão conhecido como os que saíram.

Bookmark and Share

Fonte: Fabrício Falkowski / Correio do Povo







O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.