Correio do Povo

Porto Alegre, 24 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
20ºC
Amanhã
11º 22º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Inter

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

21/12/2013 12:29 - Atualizado em 21/12/2013 12:45

Luigi elogia goleiros do Inter, mas deixa decisão para departamento de futebol

Presidente destacou finanças "equilibradas" após venda de Leandro Damião

Presidente destacou finanças ´equilibradas´ após venda de Leandro Damião<br /><b>Crédito: </b> Tarsila Pereira / CP Memória
Presidente destacou finanças ´equilibradas´ após venda de Leandro Damião
Crédito: Tarsila Pereira / CP Memória
Presidente destacou finanças ´equilibradas´ após venda de Leandro Damião
Crédito: Tarsila Pereira / CP Memória

O presidente, Giovanni Luigi, reforçou a confiança nos atuais goleiros do Inter em entrevista à Rádio Guaíba, na manhã deste sábado. Apesar de ver nomes consolidados e em evolução, com Muriel, Allison e Agenor, o dirigente salientou que a análise dos nomes para a camisa número é do departamento de futebol, liderado por Marcelo Medeiros.

"Temos excelentes goleiros, com qualidade e que vem ganhando experiência", enfatizou Luigi. "Mas as posições e os nomes de atletas ficam a cargo do departamento de futebol, apesar de eu participar de praticamente todas as reuniões", relatou o presidente.

A opção estudada para a posição de goleiro, inclusive, estaria em Porto Alegre. Nessa sexta-feira, o assessor de futebol do Colorado, Roberto Melo, elogiou o currículo e atual forma do veterano Dida. "É um grande goleiro e tem histórico no futebol mundial. Ele teve um grande ano no Grêmio e foi um dos principais responsáveis pela conquista da vaga na Libertadores", analisou.

Mesmo assim, Melo descartou qualquer tratativa até o contrato do atleta com o Tricolor Gaúcho encerrar. "Ainda não cabe manifestar interesse em qualquer outro tipo de projeto", definiu, antes de também reforçar que o Inter já tem um bom plantel de goleiros.

Finanças

Luigi lembrou que a venda de Leandro Damião ajudou a equilibrar as finanças do clube, mas que os desafios de 2013 foram grandes na parte econômica. "Mesmo com todas as dificuldades em 2013, jogando fora do Beira-Rio, sem reajustar mensalidades e com jogos dando prejuízos, tivemos um ano bem equilibrado", analisou o presidente. Essa situação "equilibrada", contudo, exige a busca por atletas cujo contrato esteja por terminar, ou liberados por outros clubes.


Bookmark and Share

Fonte: Rádio Guaíba





» Tags:Futebol Inter Dida


O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.