Correio do Povo

Porto Alegre, 24 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
11º 22º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Mundial de Clubes

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

22/12/2013 20:06 - Atualizado em 22/12/2013 20:12

Dante valoriza Mundial e minimiza ausência do Atlético-MG: “Importante foi ter ganho”

Zagueiro também revelou “emoção muito grande” em marcar gol na final

Brasileiro anotou o primeiro gol do Bayern na final<br /><b>Crédito: </b> Gerard Julien / AFP / CP
Brasileiro anotou o primeiro gol do Bayern na final
Crédito: Gerard Julien / AFP / CP
Brasileiro anotou o primeiro gol do Bayern na final
Crédito: Gerard Julien / AFP / CP

Para o Bayern, diferentemente do tratamento dado pelo Atlético-MG, o Mundial de Clubes não é o principal objetivo da temporada. Mas, segundo depoimentos dos próprios atletas, a afirmação de que o torneio "não vale nada" para os gringos também é exagerada. O zagueiro Dante falou sobre o valor do título que coroou a temporada passada perfeita dos bávaros.

“Importância de mais um título na carreira, de ter respeitado este torneio, muito importante. Eu aproveito cada jogo com o Bayern de Munique, cada título, porque nenhum troféu vai substituir o outro”, disse o defensor brasileiro, que também comentou sobre a ausência do Galo na final.

Para Dante, disputar o título com o Raja Casablanca não diminuiu a conquista. “Quando a gente ganha um título, não falta gosto de enfrentar ninguém. O importante foi ter ganho. É claro que eu preferia ter jogado contra o Atlético-MG. Talvez o jogo seria até mais complicado. Mas o importante é que nós ganhamos este troféu. Tivemos bastante humildade durante todo o torneio e nos mantivemos motivados até a final”.

O jogador, que foi bastante assediado após o título e chegou a ser aplaudido e cercado por fãs no aeroporto, comentou sobre o gol que fez na partida, o primeiro dos alemães contra os "donos da casa". Dante revelou que amigos do zagueiro brincaram com premonição sobre o tento.

“É muito bom (fazer o gol), fico muito feliz. Dois amigos meus do Brasil já tinham me mandado mensagem dizendo que tinham sonhado que eu faria um gol na final. É uma emoção muito grande de poder estar ajudando meus companheiros e queria parabenizar a todos pela humildade que levaram este torneio. Agora é descansar um pouco para recomeçar muito bem em janeiro”.

Bookmark and Share


Fonte: Lancepress







O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.