Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
21ºC
Amanhã
13º 23º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Gre-Nal

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

25/12/2013 11:36 - Atualizado em 25/12/2013 12:08

Mercado argentino é boa alternativa para dupla Gre-Nal em 2014

Com aumento do limite de estrangeiros, nomes do país vizinho surgem com salários atraentes para Grêmio e Inter

Lucas Pratto é conhecido pela eliminação do Grêmio da Libertadores e estaria de saída do Vélez<br /><b>Crédito: </b> Juan Mabromata / AFP / CP
Lucas Pratto é conhecido pela eliminação do Grêmio da Libertadores e estaria de saída do Vélez
Crédito: Juan Mabromata / AFP / CP
Lucas Pratto é conhecido pela eliminação do Grêmio da Libertadores e estaria de saída do Vélez
Crédito: Juan Mabromata / AFP / CP

A decisão da CBF de aumentar o limite de estrangeiros de três para cinco em competições nacionais surge em bom momento para a Dupla Gre-Nal, que busca aliviar as folhas salariais. Com os clubes convivendo com orçamentos bem inferiores aos brasileiros, o mercado argentino é uma ótima alternativa.

Com a saída de Vargas, que não terá o empréstimo junto ao Napoli renovado, o Grêmio deverá ter apenas três estrangeiros no elenco, Barcos, Maxi Rodríguez e Riveros. Já o Inter não pretende aproveitar Bolatti. Sobram D’Alessandro, Forlán e Scocco, que a princípio devem permanecer. Com isso, os dois clubes gaúchos terão pelo menos duas vagas cada para gringos na temporada 2014.

Os salários na Argentina são bem inferiores aos do futebol brasileiro. O jogador mais bem pago do país vizinho é Riquelme, que recebe o equivalente a R$ 300 mil mensais, valor que não chega à metade do que, por exemplo, o Inter paga a Forlán, em torno de R$ 700 mil. Maxi Rodríguez, nome praticamente certo no grupo da Argentina que vai disputar a Copa do Mundo de 2014, recebe em torno de R$ 200 mil por mês no Newell’s Old Boys.

O Correio do Povo fez um raio x dos jogadores do futebol argentino que podem ser bons reforços para a dupla na próxima temporada. Todos com vencimentos bem inferiores aos da dupla de meio-campistas listada acima.

Goleiros

Agustín Marchesín (Lanús)
Idade: 25 anos
Criado no pequeno Huracán de Tres Arroyos, Marchesín está no Lanús desde 2007. Foi o goleiro menos vazado do Torneio Final, no primeiro semestre de 2013, além de títular na campanha do título da Copa Sul-Americana deste ano.

Gerónimo Rulli (Estudiantes)
Idade: 21 anos
Rulli assumiu o posto de goleiro titular do Estudiantes neste ano. Apesar da campanha irregular do time do veterano Verón, o jovem goleiro foi destaque no Torneio Inicial, o campeonato do segundo semestre, e já desperta interesse de clubes europeus como Benfica e Manchester City.

Sebastián Sosa (Velez Sarsfield)
Idade: 27 anos
Aos 27 anos, o uruguaio Sebastián Sosa tem a experiência de ter disputado duas finais de Libertadores, pelo Peñarol, quando foi titular em toda a campanha de 2011, e pelo Boca, reserva, mas que entrou com a lesão do titular Orión no segundo jogo contra o Corinthians. No Veléz desde 2012, Sosa conquistou o Torneio Inicial (2012) e o Supercampeonato Argentino (2013).

Defensores

Carlos Araujo – lateral-direito (Lanús)
Idade: 32 anos
Com passagens por clubes como Estudiantes, Racing e Newell’s, Old Boy, Araujo está no Lanús desde 2011. É um lateral-direito forte na marcação e de bom cruzamento.

Paolo Goltz – zagueiro (Lanús)
Idade: 28 anos
Capitão do Lanús, Paolo Goltz tem, além do bom posicionamento defensivo e força, qualidade no ataque. O defensor é o responsável pelas cobranças de falta e pênaltis no time campeão da Sul-Americana deste ano.

Santiago Vergini – zagueiro (Estudiantes)
Idade: 25 anos
Titular na campanha do Newell’s Old Boys campeão argentino no primeiro semestre e semifinalista da Libertadores, Vergini tem os direitos econômicos ligados ao Verona da Itália. Sem acerto co mo clube de Rosário, ele se transferiu para o Estudiantes. O defensor se destaca que boa presença na bola aérea e qualidade para sair jogando.

Fernando Tobio - zagueiro (Velez)
Idade: 24 anos
Com 1,85m de altura, Fernando Tobio se destaca pela força e segurança nas bolas aéreas. O defensor revelado pelo Vélez começou a jogar no time principal com apenas 18 anos e é titular absoluto da defesa do clube ue tem sido protagonista no futebol argentino nas últimas temporadas.

Meio-campistas

Lucas Mugni (Colón)
Idade: 21 anos
Mugni é o típico meia de ligação argentino. Jogador de habilidade e talento na bola parada. Apareceu pouco em 2013 em razão do péssimo ano do Colón. No começo da última temporada, ele chegou a despertar o interesse do Grêmio, mas as negociações não avançaram. A possibilidade grande de queda do Colón para a segunda divisão deve facilitar sua saída ao menos na metade do ano, quando encerra a temporada na Argentina.

Héctor Canteros (Vélez)
Idade: 24 anos
Volante de boa marcação, Canteros tem também um importante papel na armação das jogadas. O jogador é o principal responsável pela saída de bola da defesa para o ataque no meio-campo do Vélez.

Julio Buffarini (San Lorenzo)
Idade: 25 anos
Volante de origem, Buffarini atua principalmente pelo lado do campo. Além de jogar como meia direita, o atleta foi improvisado na lateral direita no Torneio Inicial, vencido pelo San Lorenzo. Com a dificuldade de Alejandro Sabella de compor as laterais da seleção argentina, o jogador é citado pela imprensa local como postulante a receber oportunidade nas últimas convocações antes da Copa do Mundo do Brasil.

Sanchez Minõ (Boca Juniors)
Idade: 23 anos
Titular do Boca Juniors, Miño é um jogador polivalente. Atua como volante, meia esquerda e lateral também pelo lado esquerdo. Apesar da juventude, tem a experiência de ter atuado na campanha da Libertadores de 2012 (era reserva, mas entrava seguido), quando chegou a marcar um gol contra o Fluminense na vitória do time argentino por 2 a 0 no Rio de Janeiro.

Atacantes

Lucas Pratto (Vélez)
Idade: 25 anos
Pratto é um jogador conhecido da torcida gaúcha. Em 2011, ele marcou dois gols e ajudou a eliminar o Grêmio da Libertadores. O centroavante, de boa presença de área, tem sido titular do Vélez. No entanto, o clube deve passar por uma reformulação após a saída do técnico Ricardo Gareca e saída do jogador pode ser considerada pela direção do clube.

Lucas Melano (Lanús)
Idade: 20 anos
Melano é uma das novas jóias do futebol argentino. Com apenas 20 anos já é titular e um dos principais jogadores do Lanús. É um atacante que pode atuar aberto pelos dois lados e tem a velocidade como característica. Dos atletas listados, certamente é o mais caro. No entanto, a possibilidade de ganho futuro é grande.

Gabriel Houche (Racing)
Idade: 27 anos
Com experiência no futebol europeu, Houche é um atacante de bastante movimentação e entrega, De bom remate, atua próximo da área. Pode atuar como centroavante e segundo atacante.

Riaño (Boca Juniors)
Idade: 25 anos
Riaño ainda não é titular do Boca Juniors, que tem Gigliotti e Martinez como dupla firmada no time de Bianchi. No entanto, o jovem já mostrou qualidade no Torneio Inicial quando foi titular durante a lesão de Martinez. Para ganho de experiência, é provável que o Boca aceite negociá-lo por empréstimo.

Bookmark and Share

Fonte: Cristiano Munari / Correio do Povo







O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.