Correio do Povo

Porto Alegre, 18 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
24ºC
Amanhã
19º 26º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Grêmio

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

30/12/2013 12:46 - Atualizado em 30/12/2013 12:57

Antonini elogia CT do Humaitá e diz que é parecido com o do Barcelona

Ex-presidente da Grêmio Empreendimentos afirmou que foram gastos mais de R$ 10 milhões no local

 Antonini questiona decisão de não usar CT do Humaitá<br /><b>Crédito: </b> Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação / CP
Antonini questiona decisão de não usar CT do Humaitá
Crédito: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação / CP
Antonini questiona decisão de não usar CT do Humaitá
Crédito: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação / CP

Embora tenha afirmado que não ouviu a entrevista do presidente em exercício do Grêmio, Romildo Bolzan Junior, sobre priorizar o Centro de Treinamento (CT) de Eldorado do Sul, o ex-presidente da Grêmio Empreendimentos, Eduardo Antonini, afirmou que não vê “nenhuma lógica” em não utilizar o CT que está sendo construído no bairro Humaitá, em Porto Alegre. “Mas acho que tudo é possível de se discutir”, disse em entrevista à Rádio Guaíba nesta segunda-feira.

“Na verdade, o que tem que se avaliar é a questão técnica. Está quase pronto. O profissional vai treinar lá e ver se ele foi bem planejado”, disse Antonini. “Trabalhei na construção do projeto. A gente visitou vários CTs no mundo. Ele é muito parecido com o CT do Barcelona que, por coincidência, fica à beira de uma rodovia federal, como é o caso ali”, informou.

Antonini ressaltou que a construção de um Centro de Treinamento profissional foi discutida pelo Conselho do Grêmio, já que o Olímpico possuía um CT e a Arena não. “A decisão foi fazer ao lado da Arena e se investiu bastante – mais de R$ 10 milhões”, afirmou. “Deve estar pronto no máximo em 60 dias para que o Grêmio possa utilizá-lo”, acrescentou. Ele lembrou ainda que Romildo Bolzan era conselheiro do Grêmio na época.

Sobre o fato de o terreno não pertencer ao Grêmio e o aluguel custar R$ 15 mil mensais, Antonini confirmou que a área é onerosa e que o Conselho sabia disso. “Nós estamos falando de treinar o futebol profissional do Grêmio que tem um orçamento de mais de R$ 200 milhões. No contexto, este valor é muito pequeno”, argumentou. “Não é esse valor que vai fazer tomar uma decisão de treinar ou não lá”, opinou.

“Acredito que vai atender muito bem aos profissionais do Grêmio. Mas, repito, vamos ter um período bom para testar”, acrescentou.

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo e Rádio Guaíba







O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.