Correio do Povo

Porto Alegre, 16 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
21ºC
Amanhã
19º 29º


Faça sua Busca


Esportes > Fórmula 1

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

02/01/2014 17:25 - Atualizado em 02/01/2014 17:39

Schumacher permanece em coma na véspera do aniversário de 45 anos

Alemão está em estado “crítico, mas estável”, conforme assessora de imprensa

Schumacher permanece em coma na véspera do aniversário de 45 anos<br /><b>Crédito: </b> Yasuyoshi Chiba / AFP / CP
Schumacher permanece em coma na véspera do aniversário de 45 anos
Crédito: Yasuyoshi Chiba / AFP / CP
Schumacher permanece em coma na véspera do aniversário de 45 anos
Crédito: Yasuyoshi Chiba / AFP / CP

O maior campeão da história da Fórmula 1, Michael Schumacher, que completará 45 anos na sexta-feira, permanece em coma induzido em um hospital de Grenoble, na França. Quatro dias depois da queda que o alemão sofreu quando esquiava na estação alpina de Méribel, nos Alpes franceses, o piloto permanece na unidade de terapia intensiva do hospital universitário de Grenoble, que não divulgou novas informações sobre o estado de saúde, considerado na quarta-feira crítico mas “estável”.

Nem o hospital nem a família de Schumacher divulgaram notícias sobre a evolução do estado de saúde aos mais de 100 jornalistas presentes no estacionamento do hospital. A última pessoa a falar com a imprensa foi a assessora de imprensa do piloto, Sabine Kehm, que na quarta-feira afirmou que a situação de Schumacher era “crítica, mas estável”, o que ela considerou uma “boa notícia”.

Uma nova entrevista coletiva dos médicos será convocada apenas no caso de evolução da situação. No hospital, o piloto tem a companhia da esposa Corinna e dos filhos, Gina María (16 anos)e Mick (14).

Jean Todt, presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e ex-diretor da escuderia Ferrari, visitou novamente o alemão nesta quinta-feira. Os médicos e o hospital são pressionados pela imprensa internacional, acampada desde domingo diante do estabelecimento.

Promotoria investiga caso

A promotoria local investiga o acidente e as conclusões serão determinantes, pois o caso poderia assumir um caráter jurídico se algumas responsabilidades forem identificadas.

Segundo a promotoria e a direção da estação de Méribel, Michael Schumacher esquiava em grande velocidade na manhã de domingo ao lado do filho Mick em um setor fora de pista quando bateu com a cabeça em uma pedra. O capacete do alemão quebrou em duas partes no choque, segundo uma fonte ligada à investigação.

Mas Sabine Kehm negou que Schumacher estivesse em alta velocidade. Ela também informou que heptacampeão mundial de F1 não estava sozinho com o filho quando sofreu o acidente, e sim com um pequeno grupo de amigos. “Não estava rápido porque aparentemente havia ajudado um amigo após uma queda”, disse.

Bookmark and Share

Fonte: AFP







O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.