Correio do Povo

Porto Alegre, 24 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
12º 22º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Grêmio

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

03/01/2014 08:05 - Atualizado em 03/01/2014 08:08

Alto salário dificulta saída de Elano

Apesar do interesse de alguns clubes e do próprio Grêmio em liberar, meia pode permanecer

Clubes não aceitam pagar o alto salário para tirar Elano no Grêmio<br /><b>Crédito: </b> Lucas Uebel / Divulgação Grêmio / CP
Clubes não aceitam pagar o alto salário para tirar Elano no Grêmio
Crédito: Lucas Uebel / Divulgação Grêmio / CP
Clubes não aceitam pagar o alto salário para tirar Elano no Grêmio
Crédito: Lucas Uebel / Divulgação Grêmio / CP

Interessados existem. No entanto, cada vez mais crescem as chances de o Grêmio ter que absorver a permanência de Elano. O alto salário que a direção deseja se livrar é justamente o principal entrave para a sua saída. Além do Palmeiras — cujas tratativas foram encerradas há alguns dias —, outros dois grandes clubes negociam a contratação do atleta. Os Estados Unidos também surgiram como alternativa de destino, mas o seu desejo é permanecer no Brasil.

Com o mercado entrando em uma onda de redução salarial, ninguém parece disposto a bancar os vencimentos do camisa 7. Especialmente equipes que estão fora da Libertadores, caso das duas que contactaram os representantes do atleta. “Foram três grandes clubes do Brasil que nos procuraram. Como ele tem um salário alto, devem deixar a contratação visando o Campeonato Brasileiro”, afirmou um dos empresários de Elano, Élio Neto.

Ao lado de Kleber, Barcos e Zé Roberto, o armador é um dos maiores salários gremista. O quarteto é responsável por quase 40% da folha que gira atualmente em torno de R$ 5,5 milhões. A intenção era conseguir repassá-lo depois do baixo aproveitamento, especialmente no segundo semestre. No entanto, parece uma hipótese cada vez mais difícil.

A imprensa turca noticiou o interesse do Bursaspor, mas o empresário disse que não foi procurado. “Eu desconheço essa informação. Teve uma proposta dos Estados Unidos, mas ele não deseja sair agora”, destacou Neto. O Grêmio tem ainda alguns dias para tentar encontrar um destino para Elano. Caso contrário, o meia se reapresenta normalmente no dia 8 de janeiro para ficar à disposição de Enderson Moreira.

Bookmark and Share

Fonte: William Lampert / Correio do Povo







O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.