Porto Alegre, domingo, 21 de Dezembro de 2014

  • 03/01/2014
  • 22:02
  • Atualização: 22:49

Volante Rieguel devolve sobrenome Espinosa ao vestiário do Grêmio

Avô campeão do mundo celebra oportunidade do jovem usar a camisa tricolor no Gauchão

Jovens da base se apresentaram nesta sexta | Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação CP

Jovens da base se apresentaram nesta sexta | Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação CP

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

Apesar de contar com apenas 19 anos, o volante Rieguel trouxe muita bagagem histórica para o vestiário do Grêmio nesta sexta-feira. Ao se apresentar com o grupo sub-20 que vai disputar o Gauchão, o garoto devolveu o sobrenome Espinosa ao vestiário. O avô Valdir, técnico campeão do mundo com o Tricolor, comemorou a oportunidade e elogiou o processo de seleção, que, segundo ele, levou em conta apenas a capacidade do neto.

"O fato dele fazer parte e poder fardar com essa camisa é um orgulho muito grande, assim como para ele que também é gremista", destacou Espinosa à Rádio Guaíba na noite desta sexta. "Foi feita uma análise fria e em momento algum foi colocado que existiria o avô como peso em qualquer decisão. Tenho alegria enorme em ver ele vestindo uma camisa do Grêmio", celebrou o ídolo gremista.

Rieguel começou nas categorias de base do Flamengo, mas Espinosa enfatizou que sempre pensou que as cores certas para o neto eram azul, preto e branco: "Tinha aquele negócio escondido entre eu e ele. Dizia que a camisa do Grêmio tinha que ser dele. Eu brincava 'quero ver se vai ser melhor que teu avô'. Tenho certeza que vai ser melhor".

No Flamengo, Rieguel atuou como volante e ala. Os observadores do clube carioca, na época, elogiavam o chute e boa capacidade de drible do garoto.

Bookmark and Share


TAGS » Grêmio, Futebol, Esporte