Porto Alegre, quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

  • 05/01/2014
  • 16:32
  • Atualização: 16:36

Felipão lamenta morte de Eusébio: “É uma grande perda para todos”

Presidente de Portugal decretou luto de três dias

Felipão com Eusébio durante a Copa do Mundo de 2006 | Foto: Nicolas Asfouri / AFP

Felipão com Eusébio durante a Copa do Mundo de 2006 | Foto: Nicolas Asfouri / AFP

  • Comentários
  • Lancepress

Ex-técnico da Seleção portuguesa de futebol e atual da Brasileira, Luiz Felipe Scolari lamentou, em nota oficial, a morte do ex-atacante Eusébio, neste domingo. O ex-craque estava com 71 anos de idade e faleceu vítima de uma parada cardiorrespiratória.

Eusébio defendeu o Benfica por 15 anos e se tornou o maior artilheiro da história do clube, anotando 638 gols em 614 jogos oficiais. Já na Seleção portuguesa, o ex-atacante disputou 64 partidas e anotou 41 gols. O corpo de Eusébio será velado no Estádio da Luz, casa do Benfica, e onde há uma estátua do ex-jogador.

Confira a nota de Felipão na íntegra:


“Lamento muito. Fiquei sabendo há pouco sobre o falecimento de Eusébio. Sempre tive um ótimo relacionamento com ele. No convívio conosco na seleção portuguesa ele sempre tinha uma palavra de incentivo e de ensinamento que eu e o Murtosa usávamos. Ele tinha um grande respeito de todos da seleção, atletas, comissão técnica e diretoria. É uma grande perda para todos nós”.

Presidente de Portugal decreta luto de três dias


O presidente de Portugal, Aníbal Cavaco Silva, fez um pronunciamento público exaltando o nome de Eusébio, que morreu na madrugada deste domingo vítima de parada cardiorrespiratória. O presidente classificou o ex-atacante como um “desportista de exceção” e uma “pessoa dotada de qualidades humanas excepcionais”. O governo decretou luto oficial de três dias pela morte do Pantera Negra.

“O País está de luto. Com muita tristeza, os Portugueses veem partir uma das figuras nacionais que mais admiravam. Ao longo da sua vida, Eusébio conquistou o carinho e a estima de todos nós. Por ser um desportista de exceção, dos melhores do mundo, que tantas glórias trouxe a Portugal. Mas os Portugueses admiravam Eusébio também por ser uma pessoa dotada de qualidades humanas excepcionais, com uma humildade e com uma afabilidade invulgares, com a simplicidade daqueles que são verdadeiramente grandes, que nada precisam de exibir porque já demonstraram ser os melhores”, afirmou Aníbal Cavaco Silva, acrescentando que todos devem seguir o exemplo do ídolo.

“A melhor forma de o homenagearmos, a forma que o ‘Pantera Negra’ gostaria de ser homenageado, é seguir o seu exemplo. Sigamos o exemplo de Eusébio da Silva Ferreira enquanto desportista e enquanto ser humano. Um campeão que trabalhou e lutou para alcançar tantas vitórias, uma pessoa que sempre manteve com os outros uma relação calorosa, de afeto e de respeito mútuo”, finalizou o presidente.

Bookmark and Share