Porto Alegre, sexta-feira, 28 de Novembro de 2014

  • 13/01/2014
  • 17:01
  • Atualização: 18:10

Cristiano Ronaldo vence prêmio de melhor do mundo da Fifa

Atacante português conseguiu desbancar a hegemonia de Messi na Bola de Ouro

  • Comentários
  • Correio do Povo

Cristiano Ronaldo foi eleito novamente o melhor jogador do mundo. Após a hegemonia de Lionel Messi desde 2009, o português voltou a ser escolhido pela Fifa. Há tempos que a disputa do prêmio não era tão equilibrada. A vitória do atacante do Real Madrid foi anunciada em cerimônia de gala organizada em Zurique, na Suíça, na tarde desta segunda-feira.

Dono do prêmio de 2008, quando liderou o Manchester, o português chegou à cerimônia como favorito. Muito por causa das suas atuações pela seleção portuguesa. Na repescagem das Eliminatórias, Ronaldo foi decisivo por Portugal, praticamente garantindo o país na Copa de 2014 com quatro gols. Aliás, ele marcou 69 em 2013, mais do que Messi (45). O argentino, por sua vez, não brilhou como pode por conta do excesso de lesões.

Muito emocionado, ele recebeu o prêmio das mãos de Pelé e levou o seu filho para o palco. "Obrigado aos meus companheiros do Real Madrid, da seleção. É um orgulho enorme, todos sabem como foi difícil, agradeço a todos, o meu empresário, o presidente. Também estou emocionado em nome do Eusébio e Madiba (Nelson Mandela). Minha mãe, o meu filho que estão aqui. E peço desculpas, mas foi muito emocionante para mim, não consigo falar", agradeceu.

Nesta edição, além de Messi e Cristiano Ronaldo, o francês Franck Ribéry disputou a Bola de Ouro. Ele foi credenciado pelos títulos com o Bayern de Munique – campeão da tríplice coroa (Alemão, Copa da Alemanha e Liga dos Campeões). O prêmio de melhor jogadora foi para Nadine Angerer, goleira da seleção alemã.

A seleção escolhida pela Fifa de 2013 foi: Neuer, Daniel Alves, Thiago Silva, Sergio Ramos e Lahm; Xavi, Iniesta e Ribéry; Messi, Cristiano Ronaldo e Ibrahimovic. Jupp Heynckes foi eleito melhor técnico do mundo. Ele é campeão da Champions, Bundesliga e Copa da Alemanha pelo Bayern. No lado feminino, a treinadora da seleção alemã Silvia Neid ficou com o prêmio.

Gol mais bonito

Neymar não ficou com o prêmio de gol mais bonito do ano. Ele concorreu pela quarta vez. O prêmio Puskas foi para o sueco Ibrahimovic, pelo gol marcado em 2012 em amistoso contra a Inglaterra - ele entrou na disputa porque aconteceu depois de a lista dos gols que concorreram ao prêmio do ano passado ser fechada. O atacante acertou uma bicicleta de fora da área. A Federação Afegã de Futebol levou o prêmio de Fair Play da Fifa.

O Rei Pelé também foi lembrado no evento. Ele foi homenageado com o prêmio de honra da entidade. “Gostaria de agradecer a Deus por poder jogar tantos anos. Tive muitas pessoas ao meu lado na época. Devo compartilhar com eles. Recebi tantos prêmios só que eu tinha ciúmes porque todos recebiam a Bola de Ouro, mas não tinha prêmio para sul-americanos. Agora posso dizer que completei minha coleção", discursou.

Fifa garante que adiamento não mudou votação

A Fifa revelou que o adiamento do prazo final da votação para o prêmio Bola de Ouro do dia 15 para o 29 de novembro não alterou o resultado final. O prazo foi prorrogado por causa da "fraca participação" até 15 de novembro, lembrou o diretor de comunicação da entidade, Walter de Gregorio. A taxa de participação, entre os 209 técnicos e capitães de seleções nacionais e no painel de jornalistas que fazem prate da votação para o prêmio de melhor jogador do mundo em 2013 era de apenas 50% em 15 de novembro, subindo para 88% 14 dias depois.

De Gregorio, assegurou, porém, que a classificação "não havia sido alterada". A decisão da Fifa de estender o prazo da votação gerou bastante polêmica por ter sido anunciada logo depois da repescagem entre Suécia e Portugal, na qual Cristiano Ronaldo anotou três gols, classificando os lusos para a Copa do Mundo e assumindo de vez o favoritismo da disputa para a Bola de Ouro.

Antes disso, o francês Franck Ribéry, que conquistou nada menos de cinco títulos com o Bayern de Munique em 2013, era o mais cotado. Alguns observadores chegaram a especular que a Fifa tenha tentado dar uma espécie de compensação a Cristiano, que tinha sido alvo de gozações do presidente Joseph Blatter em palestra que o dirigente deu na universidade inglesa de Oxford.

Os premiados

Bola de Ouro:
Cristiano Ronaldo (Real Madrid e Portugal)

Melhor jogadora do mundo:
Nadine Angerer (Alemanha)

Bola de Ouro Honorária:
Pelé

Prêmio Puskas gol mais bonito:
Zlatan Ibrahimovic (pelo gol de bicicleta em amistoso entre Suécia e Inglaterra)

Técnico do ano:
Jupp Heynckes (ex-técnico do Bayern de Munique)

Técnica de futebol feminino:
Silvia Neid (seleção alemã)

Fair Play:
Federação Afegã de Futebol

Seleção do mundo da Fifa:
Goleiro: Manuel Neuer (Bayern de Munique);
Defensores: Daniel Alves (Barcelona), Sergio Ramos (Real Madrid), Thiago Silva (PSG), Philipp Lahm (Bayern de Munique);
Meio-campistas: Iniesta (Barcelona), Xavi (Barcelona) e Ribéry (Bayern de Munique);
Atacantes: Cristiano Ronaldo (Real Madrid), Ibrahimovic (PSG) e Messi (Barcelona).


Bookmark and Share


TAGS » Futebol, Esporte, Fifa