Porto Alegre, quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

  • 16/01/2014
  • 08:05
  • Atualização: 08:10

Riveros minimiza “reserva” e quer estar preparado para oportunidades

Paraguaio vê concorrência no elenco do Grêmio como positiva

Riveros quer se adaptar rapidamente ao jeito de trabalhar de Enderson | Foto: Lucas Uebel / Divulgação Grêmio / CP

Riveros quer se adaptar rapidamente ao jeito de trabalhar de Enderson | Foto: Lucas Uebel / Divulgação Grêmio / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Depois de estrear marcando gol na vitória sobre o Fluminense e seguir como titular no sistema de três volantes de Renato Portaluppi por grande parte do Brasileirão, o paraguaio Riveros perdeu espaço com a mudança de esquema. Prejudicado pelo limite de estrangeiros, o jogador sobrou até mesmo do banco de reservas em algumas partidas - Barcos, Vargas e Maxi Rodríguez eram os escolhidos

Para a nova temporada, o técnico Enderson Moreira trabalha na formação de um time com apenas dois volantes. Além da concorrência de Souza e Ramiro, que têm sido os titulares nos primeiros esboços de equipe, o Grêmio contratou Edinho. Riveros não vê a concorrência como problema e destaca que seu objetivo é trabalhar forte a fim de estar preparado para aproveitar as oportunidades que aparecerem.

“Cada treinador tem seu jeito de jogar. Os atletas têm que estar bem fisicamente e depois se adaptarem ao sistema que o time vai atuar. Briga por vaga no time sempre existe. Agora tem gente de muita qualidade, muitos volantes. Então tenho que trabalhar para tratar de convencer o treinador. A responsabilidade de todos os jogadores é estar 100% bem para depois o treinador decidir. Só podem jogar onze, alguns vão ficar fora, mas quem não estiver jogando tem que tratar de estar bem para quando aparecerem as oportunidades”, declarou o volante.

Embora tenha dado mostras do time nos treinos, Enderson Moreira ainda não comandou nenhum coletivo durante a pré-temporada gremista. O treinador tem procurado trabalhar os setores da equipe de forma separada em atividades em campo reduzido. O método tem tido a aprovação dos jogadores. Riveros destaca que o longo período de preparação será positivo para o elenco se adaptar ao jeito de trabalhar do novo comandante.

“É um pouco diferente, mas a gente ganha intensidade e dinâmica trabalhando em espaço reduzido. Acho que vai seguir assim aqui porque tem tempo de trabalho. Depois, começando a Libertadores e os outros campeonatos, o tempo vai ser menor. Temos que aproveitar agora para tentar nos adaptarmos bem e render o máximo possível nos jogos”, completou o paraguaio.

Bookmark and Share


TAGS » Grêmio, Futebol, Esporte