Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 17/01/2014
  • 08:42
  • Atualização: 08:57

Palmeiras renegocia dívida de R$ 1,5 milhão com goleiro Fernando Prass

Diretoria conversa com jogador e começa a colocar em dia débito proveniente da gestão anterior

  • Comentários
  • Lancepress

O Palmeiras tem colocado em dia a pendência com o goleiro Fernando Prass que o presidente Paulo Nobre herdou da gestão anterior, de Arnaldo Tirone. O ex-mandatário deixou o cargo em janeiro de 2013 sem acertar as luvas entre R$ 1 milhão e R$ 1,5 milhão da contratação realizada no fim de 2012.

A renegociação da dívida com o jogador e seu representante na transferência foi acertada no fim do ano passado, depois de garantido o acesso à Série A do Brasileiro. Desde então, o clube tem honrado os seus compromissos e as parcelas combinadas.

Procedimento semelhante aconteceu com o zagueiro Henrique, cujos direitos foram comprados pelo Verdão do Barcelona (ESP) no primeiro semestre de 2012. Os valores no caso do defensor são mais elevados - R$ 2 milhões, segundo pessoas próximas a Nobre.

A atual administração, no comando há um ano, tem enfrentado enormes dificuldades financeiras. Sem patrocínio master há oito meses e com diversas limitações de verba, o clube conta com ajuda de Paulo Nobre para ter fluxo de caixa. Até novembro, o dirigente já havia tomado cerca de R$ 60 milhões de empréstimo em seu nome, em condições mais vantajosas que o Verdão pegaria, e repassado para o Alviverde utilizar.

E essa cifras devem subir. A conta de dezembro será fechada pelo Conselho de Orientação e Fiscalização (COF) no fim deste mês, e a estimativa é que aumente para R$ 80 milhões. O orçamento de 2014 prevê dinheiro de novo patrocinador a partir de março.

Bookmark and Share