Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 20/01/2014
  • 13:29
  • Atualização: 13:30

Cruzeiro intensifica combate às facções e proíbe utilização do escudo

Clube recomendará que atletas não usam materiais das torcidas

  • Comentários
  • Lancepress

O Cruzeiro segue no combate às torcidas organizadas responsáveis por brigas nos dias de jogos do clube. Após as confusões na partida contra o Bahia, pelo Brasileirão do ano passado, a diretoria intensificou a batalha e, agora, proibirá a utilização do escudo celeste em camisas das facções.

O presidente Gilvan de Pinho Tavares explica que esta é uma medida apoiada pelo conselho deliberativo estrelado. "Por que eles fazem confusão quando vamos comemorar título? Por quê não fazem na porta da sede deles? Não voltarei atrás, já há decisão do Conselho Deliberativo. Agora é obrigação do presidente", disse o mandatário.

Clube também recomendará que atletas não usem materiais das facções. "Todos jogadores que o Cruzeiro trouxer agora, pediremos a eles para não fazerem mais aquilo. Haverá proibição judicial para não usarem mais a marca do Cruzeiro. Há quem ficará chateado com a atitude, mas não podem ser comandados por quem tem atitudes de bandidos", destacou.


Bookmark and Share


TAGS » Futebol, Cruzeiro