Correio do Povo

Porto Alegre, 18 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
26ºC
Amanhã
16º 23º


Faça sua Busca


Esportes

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

21/01/2014 19:28

Evasivo sobre a Lusa, Marin diz que CBF lutará por Série A com 20 clubes

Presidente da CBF não explicou direito a oferta de acordo com a Portuguesa

O presidente da CBF, José Maria Marin, visitou Belém nesta terça-feira, onde rompeu o silêncio sobre a tentativa de acordo da entidade com a Portuguesa. No entanto, o dirigente foi muito evasivo e não explicou direito como foi a reunião com o presidente da Lusa e a sugestão de trocar a antecipação de R$ 4 milhões pela desistência da briga judicial para ficar na Série A.

“O presidente eleito da Portuguesa procurou a CBF para empréstimo, por causa de dificuldades financeira do clube. Eu disse, como digo a todos, que enviasse um ofício à CBF e para que ele fosse enviado aos departamentos financeiro e jurídico. Essa foi minha participação, como faria com qualquer clube. Recebo e encaminho ao departamento. Posso dizer que essa carta, se chegou à CBF, não chegou às minhas mãos. Só posso falar isso”, afirmou Marin, em entrevista coletiva.

O presidente da CBF fez questão de ressaltar que a entidade não tem interesse em aumentar o número de participantes no Brasileirão por causa do imbróglio jurídico. “Eu não posso raciocinar sobre hipóteses. Minha posição como torcedor é uma, como presidente da CBF é outra. Sou advogado, e aprendi: decisão judicial não se discute, se cumpre. Como tem muita pendência ainda, não quero me manifestar. Estou aguardando o pronunciamento final da Justiça. Não quero antecipar. A CBF vai fazer esforço para manter a situação atual, 20 equipes”, sacramentou o dirigente.

Com o gancho das dificuldades financeiras dos clubes, que buscam a CBF como banco para pedir empréstimos, o dirigente ainda comentou: “Qual é o clube brasileiro que não tem pendência financeira? Precisa haver uma mudança de conceito de todos os dirigentes. Da forma que está, nenhum clube vai aguentar”.

Marin esteve no Pará para uma visita ao presidente da Federação Paraense, Coronel Nunes, além de um passeio no estádio Mangueirão.

Bookmark and Share

Fonte: Lancepress





» Tags:Brasileirão CBF


O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.