Porto Alegre, quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

  • 30/01/2014
  • 21:29
  • Atualização: 21:38

Fifa solicita informações sobre condições de trabalho no Catar

Em setembro, jornal inglês denunciou casos de trabalho escravo no país sede do Mundial 2022

Presidente da Fifa havia classificou como inaceitável a situação trabalhista no Catar | Foto: Nelson Almeida/ AFP

Presidente da Fifa havia classificou como inaceitável a situação trabalhista no Catar | Foto: Nelson Almeida/ AFP

  • Comentários
  • Lancepress

A Fifa informou em seu site oficial que cobrou do Catar esclarecimentos sobre as medidas tomadas para melhorar a condição dos trabalhadores e imigrantes no país sede da copa do mundo de 2022. Em visita à capital Doha, em novembro do ano passado, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, havia classificado como inaceitável a situação de exploração dos operários que trabalham nas obras para o Mundial.

Em setembro, o jornal inglês "The Guardian" publicou uma reportagem denunciando trabalho escravo, além de péssimas condições de alojamento nas obras dos estádios do país asiático. Na ocasião, o diário inglês afirmou que 44 trabalhadores (muitos deles, imigrantes do Nepal) foram mortos.

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, revelou, nesta quinta que deve receber um relatório do Supremo Comitê para a Realização e o Legado da Copa do Mundo de 2022. O documento será utilizado numa audiência, no Parlamento Europeu, em Bruxelas, no dia 13 de fevereiro.

Bookmark and Share