Correio do Povo

Porto Alegre, 21 de Agosto de 2014


Porto Alegre
Agora
15ºC
Amanhã
14º 29º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

31/01/2014 12:15 - Atualizado em 31/01/2014 12:24

Pelé lamenta imbróglio sobre venda de Neymar e teme repercussão futura

Rei classificou discussões sobre os valores da transferência para o Barcelona como "lamentáveis"

Maior jogador da história do Santos, Pelé lamentou o imbróglio envolvendo a negociação de Neymar com o Barcelona (ESP). Diante da divergência sobre os valores da transação, o Rei do futebol mostrou-se chateado pelo fim da identidade que os jogadores criavam com seus clubes, especialmente por conta da ação de empresários.

"É lamentável, não tenha dúvidas que é algo triste. Eu tive proposta para ir para todo time da Europa, mas estava bem no Santos, e naquela época era diferente. O Santos estava em uma fase boa, e não saí. Agora tem os empresários, que não pensam nos clubes quando pegam o jogador. Ele está pensando no que vai faturar e isto é triste hoje. Antes, o jogador queria ficar para o resto da vida no clube de coração. Hoje, joga um, dois anos e o empresário coloca em outro clube. É algo chato o que aconteceu com o Neymar", disse, em entrevista à ESPN.

O grande impasse surgiu com a descoberta do recebimento de 40 milhões de euros (R$ 132,6 milhões) pela empresa N&N Consultoria Esportiva, do pai de Neymar, na negociação do atacante com o Barcelona, em 2013 - 10 milhões foram pagos ainda em 2011. O Santos, por sua vez, diz ter recebido 17,1 milhões (R$ 56,7 milhões) – os valores foram aprovados pelo Conselho Fiscal, no ano passado. O clube ainda alega que não sabia do valor entregue ao pai do atacante.

Toda a confusão, que gerou até a renúncia do presidente do clube catalão, Sandro Rosell, é vista por Pelé como um fator que pode atrapalhar o futuro do esporte. Para justificar sua posição, ele citou o caso de Montillo, que está de saída do Santos rumo ao Shandong Luneng, da China.

"Que não atrapalhe os outros que estão para vir, nem o próprio futebol. Hoje você já não tem a garantia de que o torcedor gosta do time, do jogador. O torcedor está confuso também, porque o empresário coloca onde ele vai ganhar mais um pouco. O Montillo era o melhor jogador do Cruzeiro, colocaram no Santos, ficou um ano e já tiraram ele de lá, que era um dos mais experientes. É triste, mas é a vida", completou.


Bookmark and Share


Fonte: Agência Lance






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.