Porto Alegre, domingo, 23 de Novembro de 2014

  • 04/02/2014
  • 12:54
  • Atualização: 13:07

Desempenho físico do Grêmio é bom, avalia Mahseredjian

Segundo preparador, apenas Maxi Rodríguez apresentou sinais de desgaste

Maxi foi o primeiro jogador a ser substuído contra o Juventude | Foto: Lucas Uebel / Divulgação Grêmio / CP

Maxi foi o primeiro jogador a ser substuído contra o Juventude | Foto: Lucas Uebel / Divulgação Grêmio / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

O preparador físico do Grêmio, Fábio Mahseredjian, avalia como positiva a resposta dos jogadores às primeiras partidas da temporada. Ele ressalta que os atletas ainda precisam de ritmo de jogo, mas que fisicamente têm mostrado um bom estado. O time titular do Tricolor entrou em campo em duas rodadas do Gauchão até aqui, goleada sobre o Aimor é e empate com o Juventude.

“Grêmio encontra-se bem, vem evoluindo. Precisa evoluir mais, mas a tendência é de que isso ocorra nos próximos dois ou três meses. O que precisa ainda é o tão falado ritmo de jogo, que é algo que não se consegue mensurar o tempo. Vem com a sequência de partidas”, declarou à Rádio Guaíba.

Com relação ao jogo do Juventude, Mahseredjian destacou que nenhum atleta apresentou um desgaste acima do normal. O preparador gremista, no entanto, afirmou que o meia Maxi Rodríguez foi o atleta que deu mais sinais de perda de força ao longo da partida.

“Ontem eles (jogadores) se apresentaram muito bem. Não tivemos nenhum problema médico nem clínico. Vamos fazer outra revisão hoje, mas acredito que não haverá problema algum de hoje até amanhã. Os jogadores sentiram muito parecido. Quem eu notei um pouco mais foi o Maxi. Ele não estava conseguindo sustentar. Não que o Maxi estivesse com a resistência baixa, mas quando tinha a bola, tomavam dele rapidamente. Ele estava sem forças para segurar”, afirmou.

O Grêmio volta a campo nesta quarta-feira, às 19h30min, na Arena, diante do Veranópolis, quando o técnico Enderson Moreira irá mandar a campo os jogadores titulares. Para o Gre-Nal de domingo, a utilização da equipe principal depende do adversário na estreia da Libertadores. Se o Tricolor tiver que viajar para a Bolívia, a tendência é de uma equipe mista ou até reserva seja escalada no clássico. Nacional e Oriente Petrolero definem nesta noite a última vaga no grupo gremista na competição continental.

Bookmark and Share


TAGS » Futebol, Inter, Esporte