Correio do Povo

Porto Alegre, 22 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
9ºC
Amanhã
15º 22º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Grêmio

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

06/02/2014 07:28 - Atualizado em 06/02/2014 07:33

Sheik deve ser próximo a deixar Corinthians e Grêmio surge como opção

Time paulista teria descartado troca envolvendo Kleber

Com problemas com a torcida, Emerson Sheik não deve ficar no Corinthians<br /><b>Crédito: </b> Eduardo Viana / Lancepress / CP Memória
Com problemas com a torcida, Emerson Sheik não deve ficar no Corinthians
Crédito: Eduardo Viana / Lancepress / CP Memória
Com problemas com a torcida, Emerson Sheik não deve ficar no Corinthians
Crédito: Eduardo Viana / Lancepress / CP Memória

Após Alexandre Pato, Douglas e Ibson, o Corinthians pretende negociar mais jogadores. E o próximo a sair deve ser Emerson Sheik, também pressionado pela torcida, que o cobra desde o ano passado. O camisa 11 pode parar no Grêmio, que já teria feito um contato com o time paulista para contar com o atleta. A primeira tentativa Tricolor seria de uma troca com o atacante Kleber, mas a hipótese foi descartada pela diretoria alvinegra.

Em resposta à investida, o Corinthians deixou claro o seu interesse em facilitar a saída de Sheik mesmo sem a chegada de uma moeda de troca. Por sua vez, o Grêmio se animou com a possibilidade e garantiu que voltaria a fazer contato nos próximos dias já com uma proposta mais concreta em mãos. Os corintianos agora aguardam novas ligações. O Tricolor trabalha com o prazo curto, tem até a próxima semana para fechar contratações antes de enviar a lista de inscritos na Libertadores.

O grande problema no negócio neste momento passa a ser o salário de Emerson, que atualmente ganha cerca de R$ 500 mil por mês no Timão. Desde o começo do ano, o Grêmio vem trabalhando com a ideia de diminuir a folha salarial do elenco que, até a temporada passada, era bem alta. Com isso, a chegada do jogador seria uma contradição à nova filosofia de trabalhos do clube.

Nos bastidores do Corinthians virou unanimidade a necessidade de reformular totalmente o grupo de jogadores e, principalmente, cortar os custos com salários. Além de Emerson, outros jogadores podem deixar o clube nas próximas semanas.

Bookmark and Share

Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.