Correio do Povo

Porto Alegre, 31 de Agosto de 2014


Porto Alegre
Agora
15ºC
Amanhã
13º 23º


Faça sua Busca


Esportes > Jogos de Inverno

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

07/02/2014 15:37 - Atualizado em 07/02/2014 17:38

Abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno mostra a história e cultura da Rússia

Símbolo das Olimpíadas teve uma falha no começo da cerimônia

Abertura mostrou a história da Rússia
Crédito: Jonathan N Strand /AFP /CP

A cerimônia de abertura da 22ª edição dos Jogos Olímpicos de Inverno começou às 20h14 locais (14h14 no horário de Brasília) em Sochi, na presença do presidente russo, Vladimir Putin, e de dezenas de líderes estrangeiros.

Cerca de 40 mil espectadores assistem às apresentações nas arquibancadas do estádio Fisht, construído às margens do mar negro.

Logo no começo, o símbolo das Olimpíadas teve uma falha no começo da abertura dos Jogos de Inverno. O emblema, formado por cinco anéis que representam a união dos povos dos cincos continentes, acabou, o anel que representa a América não acedendo e ficando num formato de estrela.

O espetáculo de duas horas e meia de duração, conta com a participação de mais de 3 mil artistas. A história e a cultura da Rússia vão ser representadas em oito quadros, divididos em três atos, representando cada época (Rússia medieval, Império e século XX).

Antes disso, começou o desfile das delegações dos países participantes.

Com 13 representantes, o Brasil terá a maior delegação da sua história, e tem como porta-bandeira Jaqueline Mourão, atleta que disputará provas de esqui cross-country e biatlo.

Primeira brasileira a disputar tanto Jogos de Inverno quanto de Verão, Jaqueline, de 38 anos, iguala a marca de Formiga (futebol) e de Fofão (vôlei), brasileiras com o maior número de olimpíadas no currículo, com cinco participações.

Putin quer fazer destes Jogos uma vitrine do seu país, sete anos depois de ter se envolvido pessoalmente para apoiar a candidatura de Sochi.

A Olimpíada mais caras da história (37 bilhões de euros), que terminará em 23 de fevereiro, começa em meio a preocupações com a segurança e a uma polêmica em relação à lei 'anti gay', que pune com multa e até prisão a "propaganda homossexual" diante de menores.

Para protestar contra esta legislação e contra violações de direitos humanos, muitos chefes de Estado optaram por não assistir a esta cerimônia, como os presidentes dos Estados Unidos, Barack Obama, da França, François Hollande, ou o primeiro-ministro britânico, David Cameron.

Na tribuna de honra, ao lado de Putin e do presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), o alemão Thomas Bach, estão presentes o secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, e 44 chefes de estado.

Entre eles, estão o líder chinês, Xi Jinping, primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, e o presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovytch, que enfrenta um forte movimento de contestação em seu país em reação à sua política pró-russa.

Em relação às competições, serão 97 séries de medalhas em 15 esportes: biatlon, curling, patinação, esqui, trenó, hóquei, entre outras variedades dessas modalidades. Para receber os jogos de inverno, foram construídas 11 novas instalações para o evento, que serão usadas posteriormente para impulsionar o turismo na cidade.

Bookmark and Share


Fonte: AFP






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.