Porto Alegre, terça-feira, 21 de Outubro de 2014

  • 08/02/2014
  • 09:06
  • Atualização: 09:07

Abel aposta em time misto do Grêmio no Gre-Nal

Técnico disse que Inter vai tentar se impor no clássico

Abel aposta em time misto do Grêmio no Gre-Nal | Foto: Divulgação / Inter / CP

Abel aposta em time misto do Grêmio no Gre-Nal | Foto: Divulgação / Inter / CP

  • Comentários
  • Fabrício Falkowski / Correio do Povo

 Depois de orientar um treino com os portões do remodelado Beira-Rio fechados, Abel Braga confirmou, sem deixar qualquer espaço para mistérios, o time que entra em campo na Arena para enfrentar o Grêmio, amanhã. E foi mais longe: previu que o rival usará uma equipe mista no clássico, já que divide atenções entre o Campeonato Gaúcho e a Copa Libertadores da América e elegeu o segundo como sua prioridade no semestre.

“Não acredito que (o Grêmio) venha com todo o grupo titular. Não acredito mesmo. O meu time está escalado, mas não sei o do adversário. E não tenho que me envolver com isso”, enfatizou o treinador, ontem, durante a longa entrevista que concedeu após o treino no Beira-Rio. Segundo Abel, o trabalho só foi realizado dentro do estádio, longe dos olhos da imprensa e da torcida, para que os jogadores tivessem um pouco mais de privacidade para corrigir possíveis falhas. “Não adianta quebrar minha cabeça. Nós temos essa maneira de jogar e vamos tentar encaixar na do Grêmio. Não vamos ter uma preocupação demasiada com o adversário. Isso aqui é o Inter. E o Inter vai procurar se impor sempre”, prossegue o técnico.

Abel, com isso, deixa claro que espera um Grêmio desfalcado de algumas peças. E garante que colocará todos os seus titulares em campo. O time que começa a partida será o mesmo que enfrentou e venceu o Cruzeiro, no domingo passado, por 4 a 1. O treinador enfatiza que o time ainda prescinde de mecânica, de entrosamento, pois é apenas a sua segunda partida na temporada: “Tenho um grande elenco, mas não um grande time. Mas quero, em breve, dizer que tenho um grande time também. Qualidade, organização, pressão sobre a bola e recomposição rápida. É isso que buscamos”, finalizou Abel.


Bookmark and Share