Correio do Povo

Porto Alegre, 24 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
11ºC
Amanhã
16º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Gre-Nal

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

09/02/2014 11:42 - Atualizado em 09/02/2014 12:00

Edinho e Paulão vivem experiência de 'vira-casaca' no Gre-Nal

Volante fez história no Inter, enquanto zagueiro teve uma breve passagem pelo Grêmio

Edinho e Paulão prometem dedicação máxima para conquistar o torcedor<br /><b>Crédito: </b> Arte sobre fotos Lucas Uebel / Divulgação / Grêmio / CP e Alexandre Lopes / Divulgação / Inter / CP
Edinho e Paulão prometem dedicação máxima para conquistar o torcedor
Crédito: Arte sobre fotos Lucas Uebel / Divulgação / Grêmio / CP e Alexandre Lopes / Divulgação / Inter / CP
Edinho e Paulão prometem dedicação máxima para conquistar o torcedor
Crédito: Arte sobre fotos Lucas Uebel / Divulgação / Grêmio / CP e Alexandre Lopes / Divulgação / Inter / CP

Ambos já conhecem o Gre-Nal. Mas terão uma experiência diferenciada na noite deste domingo. O zagueiro Paulão e o volante Edinho atuarão no clássico 399 vestindo as cores contrárias. Com história no Inter, o meio-campista jogará de azul. E com seis meses de Grêmio, o zagueiro estará de vermelho. 

Paulão tem um clássico apenas na carreira. Um empate em 2 a 2, no Brasileirão de 2010. Já Edinho tem uma vasta história no Colorado, onde atuou de 2004 a 2008. Participou dos empates na Sul-Americana vencida em 2008, por exemplo, ou do emblemático 4 a 1 em que D'Alessandro se destacou.

• Gre-Nal 399 tem Grêmio misterioso, Inter completo e clima quente
• Sem ônibus, Trensurb e lotação Humaitá são alternativas para ir ao Gre-Nal

Atualmente, ambos são titulares absolutos de suas equipes. Paulão é o companheiro de Juan e terá a missão de parar o centroavante Barcos. Já Edinho faz a função mais defensiva do meio-campo e terá D'Alessandro como um dos seus alvos.

A dupla, em lados opostos, dá a mesma receita para conquistar os torcedores: dedicação. Uma marca de ambos, jogadores muito mais físicos do que técnicos.

"Todo torcedor gosta de suor, transpiração. É dar o máximo que posso pelas cores do Inter e trazer o trocedor para o meu lado. É preciso. Preciso demonstrar todos os dias. Ganhar o torcedor todos os dias. Preciso continuar sendo o jogador aguerrido, como todo mundo espera. É o que vou buscar" - explicou Paulão em sua apresentação.

"Vou ter que treinar mais que os outros. Se tiver que dar carrinho de cabeça, vou dar. Tenho que demonstrar em campo para trazer o torcedor para o meu lado" - disse Edinho, também em sua primeira entrevista.

Bookmark and Share



Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.