Correio do Povo

Porto Alegre, 18 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
22ºC
Amanhã
19º 26º


Faça sua Busca


Esportes

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

10/02/2014 08:41 - Atualizado em 10/02/2014 09:15

Estrela da música clássica, Vanessa Mae compete em Sochi

Tailandesa é considerada uma das maiores violinistas dos tempos atuais

Estrela da música clássica, Vanessa Mae compete em Sochi<br /><b>Crédito: </b> Andrej Isakovic / AFP / CP
Estrela da música clássica, Vanessa Mae compete em Sochi
Crédito: Andrej Isakovic / AFP / CP
Estrela da música clássica, Vanessa Mae compete em Sochi
Crédito: Andrej Isakovic / AFP / CP

O que levou uma das maiores violinistas do mundo a se aventurar na prova de slalom gigante e chegar à disputa de uma edição de Jogos de Inverno, em Sochi? De acordo com Vanessa Mae, a resposta é simples: o desejo de se tornar uma esquiadora melhor “Não há mais nada além disso. Nem sabia o que significava representar um país e muito menos pensava em fazer parte dos Jogos”, explicou Vanessa.

Nascida em Singapura, filha de mãe chinesa e pai tailandês, em Sochi a violinista optou por utilizar o nome de Vanessa Vanakorn. Afinal, ela disputará os Jogos sob a bandeira da pátria paterna. Vanessa cresceu em Londres, após sua mãe se casar pela segunda vez com um inglês. Possui cidadania britânica, mas reconheceu que ficaria fora dos Jogos caso tentasse a vaga para representar a Inglaterra.

A prática do esqui começou aos quatro anos de idade, ao mesmo tempo em que começou a tocar violino, sempre incentivada pela mãe, com quem não fala há mais de dez anos, por divergências pessoais. Em Sochi, Vanessa diz estar feliz também por honrar tudo o que seus pais a ensinaram, mas não escondeu suas reais pretensões. “Meu objetivo é apenas o de me divertir. Sei que isso parece bobagem mas você tem de viver a sua vida com uma certa despreocupação”, frisou a violonista tailandesa.

Nos Jogos, Vanessa está encantada com tudo o que vê e sempre mostra deslumbramento. A sua primeira tentativa de participar dos Jogos de Inverno foi em Salt Lake City, em 2002, mas o governo tailandês exigiu sua renúncia ao passaporte britânico, ato que não cometeu. Indagada sobre o que é mais difícil: tocar ou esquiar, Vanessa exercer sua veia cômica.

“Com certeza, é esquiar. Acho que preocuparia algumas pessoas se dissesse o contrário. A verdade é que na busca pelo seu melhor, tudo é difícil. Sei que pode soar estúpido, mas se quer fazer o seu melhor, em qualquer coisa, é assim”, sentenciou

“O esqui me deu uma liberdade na música que não tinha antes . Agora, quando um show se aproxima, fico calma, só alívio. Penso: ‘Oh meu Deus , isso é fácil’, porque é algo que eu tenho feito há muito tempo. E também tive de perceber que não há certo ou errado na música”, completou.

Vanessa Mae despontou para o cenário musical aos 13 anos quando se apresentava em programas ingleses com o seu violino e ao piano. O sucesso não demorou, assim também como as críticas. A esquiadora passou a aliar a sensualidade à música clássica e misturá-las ao pop, fato que irritou alguns puritanos, que passaram a ver a atleta apenas como um produto de marketing. Principalmente, por causa dos clipes que produz para suas canções: sensuais e glamourosos.

Vanessa disse não se importar com as críticas justamente pela liberdade que impõe ao seu trabalho. Uma inspiração que foi melhorada com a prática do esqui.

Bookmark and Share

Fonte: Lancepress





» Tags:Esporte Sochi


O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.