Correio do Povo

Porto Alegre, 25 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
8ºC
Amanhã
17º


Faça sua Busca


Esportes > Jogos de Inverno

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

11/02/2014 11:51 - Atualizado em 11/02/2014 12:00

Primeira atleta assumidamente gay leva o ouro em Sochi

Em meio às polêmicas leis de Putin, holandesa venceu a prova de patinação de velocidade

Ireen Wust se tornou a primeira atleta assumidamente gay a receber uma medalha nesta edição<br /><b>Crédito: </b> LOIC VENANCE/ AFP/ CP
Ireen Wust se tornou a primeira atleta assumidamente gay a receber uma medalha nesta edição
Crédito: LOIC VENANCE/ AFP/ CP
Ireen Wust se tornou a primeira atleta assumidamente gay a receber uma medalha nesta edição
Crédito: LOIC VENANCE/ AFP/ CP

Em mais um momento memorável nos Jogos de Sochi, a holandesa Ireen Wust se tornou a primeira atleta assumidamente gay a receber uma medalha nesta edição. E no lugar mais alto do pódio.

Nesta segunda-feira, Ireen completou os 3000m feminino de patinação de velocidade com o menor tempo e, pela terceira vez seguida, se sagrou campeã olímpica. Wust, de 27 anos, é somente uma de sete atletas assumidamente gays a competir em Sochi e ainda disputará mais duas provas (1000 e 1500 metros).

Em entrevistas após vencer a final olímpica, Ireen preferiu não ter sua sexualidade como tema principal das entrevistas e sim o amor por seu país e seu esporte. "São três em sequência, e eu quero me tornar ainda mais única", completou Ireen.


Bookmark and Share


Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.