Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 13/02/2014
  • 07:41
  • Atualização: 07:47

Rafael Moura valoriza alma do Beira-Rio e corneta: "Estádio da Copa do Mundo"

Atacante disse que o gramado do Inter é mais macio do que o da Arena do Grêmio

Rafael Moura (à direita) disse que gramado do Beira-Rio é melhor do que o da Arena | Foto: Fabiano do Amaral

Rafael Moura (à direita) disse que gramado do Beira-Rio é melhor do que o da Arena | Foto: Fabiano do Amaral

  • Comentários
  • Lancepress

Aos poucos, o Beira-Rio vai se tornando o grande personagem do Inter em 2014. Já foi assim na reapresentação, e aumenta com a proximidade do retorno ao estádio para sediar jogos, como deve acontecer no sábado. O centroavante Rafael Moura, após o treinamento na noite desta quarta-feira, realizado no local, valorizou a qualidade da nova "velha" casa colorada. Instigado a compará-la com a Arena, palco do Gre-Nal de domingo, o He-Man não entrou em detalhes, mas fez uma corneta leve: é o estádio da Copa do Mundo de 2014.

"Não vou ficar falando do rival. Tenho que enaltecer o que foi feito, nossas conquistas. O que posso dizer é que este estádio é o que vai ter a Copa do Mundo",disse, perguntado da Arena.

Antes, porém, o camisa 11 colorado afirmou que o gramado do Beira-Rio é mais macio do que o do palco do clássico do último domingo. Além disso, fez outros elogios ao estádio. Principalmente, a história de títulos conquistados no local.

"Excelente. Em comperação a Arena que jogamos no último jogo, um gramado mais macio, de altíssima qualidade. Nosso estádio é um dos mais bonitos do país. Vou usar as mesmas palavras que o vice de futebol Marcelo Medeiros usou, o Inter volta a ter casa e volta a ter alma. É assim que queremos estrear no sábado", afirmou o jogador.

O jogador foi o primeiro a conceder entrevista no estádio – ainda que improvisado nos degraus das arquibancadas. O clube gaúcho treinou no estádio nesta quarta. Gilberto foi a ausência, com entorse no tornozelo direito. Cláudio Winck foi quem trabalhou no seu lugar.

"É um estádio de última tecnologia, bom ter feito este teste, bom ter chovido. A drenagem de ótima qualidade, não atrapalhou nada. Quando tudo passa despercebido, é porque não incomodou. Visibilidade total. Se tivesse incomodado teria algum erro, mas não foi o que aconteceu",completou o centroavante.

Bookmark and Share