Correio do Povo

Porto Alegre, 15 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
16ºC
Amanhã
11º 22º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

14/02/2014 12:19 - Atualizado em 14/02/2014 12:55

Tite revela que foi procurado por Grêmio e Inter após deixar Corinthians

Treinador afirmou ainda que quase acertou com Atlético-MG depois da saída de Cuca

Tite está desempregado por vontade própria e aproveitando as férias. Mas o período de descanso quase foi interrompido no fim de dezembro, quando Cuca deixou o Atlético-MG para trabalhar no futebol chinês. Procurado pelo Galo antes do acerto com Paulo Autuori, o treinador balançou com a oferta, mas manteve a decisão de não trabalhar sem antes curtir um pouco a família. O técnico revelou ainda ter sido procurado por dirigentes de Grêmio e Inter.

“O Alexandre Kalil (presidente) me convidou para ir para o Atlético-MG depois da saída do Cuca. Pelo Kalil, pela estrutura do clube, pelo desafio, a proposta me fez balançar. Mas eu não tinha condições de assumir um trabalho naquele momento. Depois, Grêmio e Inter também me procuraram”, revelou Tite, que já trabalhou no Atlético-MG em 2005.

Apesar de afirmar que ainda está "fechado para balanço", o ex-técnico do Corinthians admite que está acompanhando de perto o futebol brasileiro para, quem sabe, aceitar um novo projeto. “Estou analisando todas as equipes, todos os jogos. Eu, quando assumi o Corinthians em 2010, sabia que o time tinha qualidade e que seria campeão em breve. Isso porque eu analisava o trabalho. Não vou secar ninguém, mas observo tudo. Analiso as situações e as qualidades dos elencos”, explicou.

Mas Tite não está de olho apenas no Brasil. O desafio na carreira do comandante gaúcho também pode estar no futebol europeu. Itália, Espanha e Portugal são os três países que mais interessam a ele.

“A comunicação é fundamental, por isso descartaria trabalhar na Inglaterra. A dificuldade seria grande, mesmo com a ajuda de um tradutor. Tenho consciência que, para ter excelência no trabalho, você precisa da língua, ser fluente. O italiano eu compreendo tudo. O espanhol é fácil também, mas não tenho total domínio ainda. Já o português (risos)”, declarou.

Bookmark and Share

Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.