Correio do Povo

Porto Alegre, 16 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
21ºC
Amanhã
19º 29º


Faça sua Busca


Esportes > Tênis

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

17/02/2014 23:45 - Atualizado em 17/02/2014 23:50

Del Potro deixa seleção da Argentina na Copa Davis

Tenista critica federação local e pede consideração a quem gosta do esporte

Del Potro deixa seleção da Argentina na Copa Davis <br /><b>Crédito: </b> AFP
Del Potro deixa seleção da Argentina na Copa Davis
Crédito: AFP
Del Potro deixa seleção da Argentina na Copa Davis
Crédito: AFP

O tenista argentino Juan Martín del Potro, número 5 do ranking da ATP, anunciou nesta segunda-feira que não integrará a equipe da Copa Davis em 2014, após criticar duramente a Federação local. "Em novembro, publiquei uma carta na qual deixava claro que estava inconformado com o discurso duplo e a hipocrisia que reinam ao redor da Copa Davis. Até agora, nada mudou, apenas piorou", disse o jogador em comunicado divulgado à imprensa.

Del Potro se recusou a integrar à equipe para a primeira rodada da competição em 2014, na qual a Argentina perdeu para a Itália por 3-1 e foi condenada a disputar a repescagem para se manter no Grupo Mundial. "São necessárias mudanças profundas para corrigir os erros repetidos há anos. Não permitirei que usem meu nome para justificar renuncias que servem apenas como maquiagem. Nunca pedi um capitão e sempre respeitei as decisões dos outros, mas eles não me respeitam", continuou.

O tenista tem desavenças com as autoridades da Associação Argentina de Tênis (AAT) e o capitão da equipe na Copa Davis, Martín Jaite. "Por consideração às pessoas que me acompanham, que gostam de tênis, que têm memória e sabem o que fiz na Davis e nos Jogos Olímpicos; por consideração à maioria silenciosa que gosta deste esporte e muito longe está de insultar os rivais ou castigar alguém no país, não jogarei a Copa Davis pelo resto de 2014", reforçou no comunicado.

Del Potro chegou ao auge da carreira em 2009, quando venceu o suíço Roger Federer na final do Aberto dos Estados Unidos e conquistou a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres-2012, derrotando o sérvio Novak Djokovic, atual número 2 do mundo. Na Copa Davis, chegou à final em 2008, mas acabou derrotado pela Espanha.


Bookmark and Share
 

Fonte: AFP







O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.