Porto Alegre, sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

  • 18/02/2014
  • 08:10
  • Atualização: 08:13

Felipão brinca, provoca rivais e se diz “cada dia mais convicto” do hexa

Técnico mostrou bom humor em evento realizado em São Paulo

Felipão mostrou bom humor e confiança na Seleção Brasileira | Foto: Vanderlei de Almeida / AFP

Felipão mostrou bom humor e confiança na Seleção Brasileira | Foto: Vanderlei de Almeida / AFP

  • Comentários
  • Lancepress

Conhecido pelo estilo sisudo, Luiz Felipe Scolari mostrou-se muito bem humorado no fim da noite dessa segunda-feira, em São Paulo (SP), durante o evento "Movimento por um futebol melhor". Com direito a cutucada em seus rivais, o treinador da Seleção Brasileira rasgou elogios à torcida do País e afirmou cada vez mais certo de que o time irá obter o hexacampeonato na Copa do Mundo no Brasil.

“Estou cada dia mais convicto (de que o Brasil será campeão). Como eu poderia passar para todo um país e uma população de que não acredito na minha seleção, que não vejo os meus jogadores em condições. Sei que devemos respeitar os outros times, mas no geral somos melhores”, afirmou o comandante, o último a falar no evento.

Ao citar os motivos para crer no favoritismo canarinho, Felipão aproveitou para cutucar seus adversários. “Tem time que ganhou só uma Copa e já está achando que é maior. Imagina nós, que conquistamos cinco (Copas)”, respondeu Felipão, que depois desconversou ao ser perguntado se a afirmação era para a seleção espanhola, atual campeã mundial.

Dizendo-se feliz no atual cargo, Felipão fez questão de negar sofrer maior pressão por disputar a Copa em casa. Pelo contrário. Segundo ele, o apoio da torcida, além de ser algo que o satisfaz muito, é um dos fatores que poderão fazer a Seleção ratificar este favoritismo considerado pelo comandante do time verde e amarelo.

“Temos grandes jogadores, uma equipe organizada e o povo. Temos o 12º jogador. Sempre seremos 12 em campo e assim seremos melhores. Quantos técnicos tiveram a oportunidade de jogar uma Copa em casa? Poucos, e agora eu sou um deles. É uma alegria”, resumiu Felipão, antes de brincar sobre o que pode acontecer se o time não ganhar o Mundial em casa.

“Qual foi o último técnico do Brasil campeão do mundo? Eu. Se perdermos, continuarei sendo eu”, completou ele, arrancando risos e aplausos da plateia no local.

Bookmark and Share