Porto Alegre, sábado, 1 de Novembro de 2014

  • 26/02/2014
  • 15:55
  • Atualização: 15:59

Emocionado, Alex lembra gol de 2006 no retorno ao Beira-Rio

Meia do Inter fará seu primeiro jogo no estádio após reforma nesta noite

Alex voltará a atuar no Beira-Rio nesta noite | Foto: Alexandre Lops / Inter / CP

Alex voltará a atuar no Beira-Rio nesta noite | Foto: Alexandre Lops / Inter / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

A partida contra o Brasil de Pelotas nesta noite, às 22h, será um momento especial para um jogador do Inter. Ausente por lesão do primeiro jogo no novo Beira-Rio, diante do Caxias há duas semanas, Alex fará sua estreia no novo estádio. Antes do confronto, o meia destacou a emoção que sente de poder retornar ao palco de grandes conquistar vestindo a camisa colorada.

“É um sentimento de emoção. Eu sofri bastante por não ter participado da estreia, quase na véspera acabei tendo problema. É bom voltar para o lugar onde a gente fez essa história recente do Inter. Aqui consegui me transformar como o ser humano e profissional. Voltar lembra daquela Libertadores, de tudo vivido até chegar naquela semifinal que eu fiz o gol contra o Libertad. Depois chegar ao título, que parecia impossível. Já me emocionei entrando no Beira-Rio e agora vai ser mais especial ainda para um jogo oficial”, lembrou Alex.

Diferente dos tempos de glória quando foi fundamental nas conquistas da Libertadores e Mundial, em 2006, da Recopa, em 2007, e da Sul-Americana em 2008, agora Alex ainda busca se firmar no time de Abel Braga. Reserva em boa parte do Brasileirão do ano passado, ele iniciou o ano como titular, mas sofre a concorrência de Alan Patrick, de boas atuações como seus substituto. Apesar disso, o camisa 12 colorado se diz tranquilo e afirma que vê a concorrência como motivação.

“Como eu estava fora, todo mundo diz que estou ameaçado pelo Alan Patrick, mas na verdade todo mundo do meio para frente está. Ele tem facilidade de jogar recuado ou mais avançado. É bom ter um jogador jovem, com a capacidade que tem. Quem ganha muito é o Inter. É um baita jogador e é importante contar com ele. Além disso, no futebol você evolui quando tem jogadores que praticamente te obrigam a isso, que traz resultado positivo”, completou.

Campeonato Gaúcho – 11ª rodada

Inter
Dida; Gilberto, Paulão, Ernando e Fabrício; Willians, Alex e Aránguiz; D'Alessandro, Rafael Moura e Jorge Henrique - Técnico: Abel Braga.

Brasil de Pelotas
Luiz Müller; Raulen, Cirilo, Fernando Cardozo e Wender; Leandro Leite, Washington, Marcio Hahn e Cleiton; Alex Amado e Nena - Técnico: Rogério Zimmermann.

Árbitro: Márcio Chagas da Silva
Assistentes: Carlos Henrique Selbach e Tatiana Jacques de Freitas

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Horário: 19h30min


Bookmark and Share