Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

  • 27/02/2014
  • 11:34
  • Atualização: 11:36

Hernane recusa proposta chinesa e decide ficar no Flamengo

Em reunião após o jogo contra o Emelec, Brocador manifestou à diretoria o desejo de permanecer no clube

Hernane recusou proposta do futebol chinês | Foto: Christophe Simon / AFP / CP

Hernane recusou proposta do futebol chinês | Foto: Christophe Simon / AFP / CP

  • Comentários
  • Lancepress

A falta de garantias do Shangai Greenland e a vontade de Hernane permanecer no Flamengo selaram a permanência do Brocador na Gávea após uma reunião entre as partes, depois da vitória do Rubro Negro sobre o Emelec, no Maracanã, na noite dessa quarta-feira. A decisão foi em comum acordo. O clube carioca já havia aceitado a proposta dos chineses, mas a vontade do camisa 9 prevaleceu na decisão final.

Após destacar-se em 2013, essa é a segunda proposta por Hernane que não é concretizada neste início de ano. O valor da negociação com o clube chinês foi um pouco superior à proposta do Al Jazira, dos Emirados Árabes Unidos. As ofertas, por sua vez, foram inferiores ao valor da multa prevista no contrato do Brocador. Para tirar o atacante do Flamengo antes de 28 de fevereiro de 2016, o interessado teria que desembolsar oito milhões de euros (R$ 26 milhões).

Os direitos econômicos de Hernane estão divididos em três partes. O Flamengo detém 50%, enquanto o empresário do atleta, Paulo Pitombeira, é dono de 35%. Os 15% restantes pertencem à Energy Sports.

Bookmark and Share