Correio do Povo

Porto Alegre, 19 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
22ºC
Amanhã
15º 24º


Faça sua Busca


Esportes > Atletismo

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

28/02/2014 19:46 - Atualizado em 28/02/2014 19:51

Maurren Maggi faz campanha na internet em busca de patrocínio

Atleta, que deseja disputar as Olimpíadas do Rio, pretende arrecadar R$ 100 mil

Maurren Maggi foi campeã olímpica em Pequim - 2008<br /><b>Crédito: </b> AFP / CP
Maurren Maggi foi campeã olímpica em Pequim - 2008
Crédito: AFP / CP
Maurren Maggi foi campeã olímpica em Pequim - 2008
Crédito: AFP / CP

 A saltadora Maurren Maggi cansou de esperar por um patrocínio. Sem querer se aposentar para disputar a Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro, a atleta de 37 anos resolveu entrar em um site de financiamento coletivo (crowdfunding) para arrecadar dinheiro para treinar. A campanha chamada “Patrocine meu treino” tem como meta alcançar o valor de R$ 100 mil e vai ficar ativa até o dia 11 de abril. Segundo a própria atleta, esse valor serviria para cem dias de treinamento. Até ontem à tarde, tinham sido arrecadados R$ 5,6 mil.

"Agora, vai ser do meu jeito. Estou cansada de pedir. Não quero parar de competir. E o que pode me alavancar no momento são as redes sociais", disse Maurren.

Em janeiro, a saltadora revelou à reportagem que pensava na aposentadoria caso não conseguisse um patrocinador. No entanto, mesmo sem obter o apoio de alguma empresa ou clube, mudou de ideia. Tudo para disputar a Rio-2016.

A atleta está sem um patrocínio desde o fim de 2012, quando acabou seu contrato com o São Paulo.

"Uma pessoa me procurou e mandou o endereço do site. Não sabia se era seguro, se era algo legal. Então, uma menina veio da Holanda para apresentar o projeto. Ela falou que não tem como dar errado. Não tenho nada a perder. Isso é uma novidade no Brasil. Então, quero ser pioneira para outros atletas".

As doações são feitas pelo próprio site, com o pagamento em boleto bancário, débito em conta corrente ou cartão de crédito. O valor mínimo é de R$ 10 (não há uma quantia máxima). Algumas doações valem recompensas, que vão desde um agradecimento da brasileira nas redes sociais até assistir a uma competição em São Paulo ao lado da atleta.

Apesar da iniciativa, a medalhista de ouro em Pequim-2008 mantém a esperança de obter um patrocinador e até retomar o contrato com o São Paulo, seu clube de coração.

E antes mesmo do fim da campanha, Maurren já projeta a volta aos treinamentos. Sem entrar na pista ainda neste ano, ela já quer retomar as atividades após a próxima semana. Seu técnico, Nélio Moura, já começou a planejar os treinos.

Bookmark and Share


Fonte: Lancepress





» Tags:Atletismo Esporte


O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.