Porto Alegre, segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

  • 05/03/2014
  • 09:36
  • Atualização: 09:45

Diego Costa destaca expectativa de estrear “em casa” pela Espanha

Brasileiro naturalizado fará primeiro jogo pela seleção espanhola nesta quarta

Diego Costa fará seu primeiro jogo pela Espanha | Foto: Javier Soriano / AFP / CP

Diego Costa fará seu primeiro jogo pela Espanha | Foto: Javier Soriano / AFP / CP

  • Comentários
  • Lancepress

Ao menos uma coisa será familiar para Diego Costa nestes primeiros momentos com a seleção espanhola: a "casa" da estreia, o Vicente Calderón, onde o atacante está acostumado a jogar a marcar seus gols pelo Atlético de Madrid. O brasileiro, naturalizado para atuar pela Espanha, falou ao site oficial da seleção sobre a chegada ao grupo, a relação com o técnico Del Bosque e a expectativa pela estreia, que acontece nesta quarta-feira, contra a Itália, às 18h.

“Se estou aqui é por tudo que fiz no Atlético. Quero contribuir da mesma forma ou mais para ser importante e útil dentro da seleção. Tenho muita vontade de mostrar meu valor por tudo que se falou, tudo que se passou nestes meses. Tenho uma vontade tremenda para esta partida”, disse.

Sobre a chegada, o jogador revelou um pouco de insegurança em relação ao tratamento que dariam, mas elogiou a receptividade de todos. “Tinha um pouco, não de medo, mas de receio de como seria. A verdade é que eles me surpreenderam bastante. Não vejo diferença em nada. Vejo um grupo muito unido. Koke e Juanfran (companheiros de Atlético de Madrid), como vieram outras vezes, quando tenho alguma dúvida pergunto a eles”, revelou o atacante, que também falou em particular sobre os companheiros.

“Estar com a seleção é uma coisa de outro mundo. Eles se mostram muito tranquilos, muito humildes, e me tratam muito bem. Está sendo muito especial, tudo muito bem com todos, com os treinamentos. Treinei pouco, mas já se nota a qualidade que tem a seleção”.

Para encerrar, Diego Costa também elogiou a personalidade tranquila do técnico Del Bosque. “Tive uma boa impressão do treinador desde a primeira vez que estive com ele. Não vem sendo diferente. Passa a tranquilidade que todos precisamos. Estou muito contente por poder estrear no Calderón, que é a minha casa. Jogar contra a Itália sempre é uma motivação a mais. Tentarei ser eu mesmo, jogar com a tranquilidade e vontade que tenho sempre”, concluiu.

Bookmark and Share