Correio do Povo

Porto Alegre, 30 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
17º 25º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

05/03/2014 10:37 - Atualizado em 05/03/2014 10:40

Ex-presidente do Sevilla se entrega e ficará preso por sete anos

Antigo dirigente do clube espanhol foi condenado por fraude e outros crimes

Enquanto a justiça espanhola começa a investir as denúncias ao redor do Barcelona e do seu ex-presidente, Sandro Rosell, o do Sevilla, José Maria del Nido, já foi preso. O ex-dirigente do clube andaluz é acusado de apropriação indébita e fraude fiscal. Ele se entregou à prisão nesta quarta-feira e está condenado a sete anos.

A sua sentença foi conhecida ainda em dezembro do ano passado. Segundo pessoas próximas ao dirigente, ele estava com a cabeça preparada e calma. Quando renunciou ao cargo, ele disse em entrevista coletiva que tinha cometido um erro imperdoável, e que iria compensá-lo. Vai pagar pouco mais de 2,7 milhões de euros (R$ 8,6 milhões).

O caso de Del Nido ficou conhecido como "Minutas". No total, foi condenado por três delitos, que foram provados que aconteceram entre 1999 e 2003, durante o mandato de Julián Muñoz, ex-prefeito da cidade de Marcella, e que o ex-presidente do Sevilla era o advogado. Ainda falsificou documentos e utilizou de informação privilegiada para conseguir desviar dinheiro da prefeitura.

Del Nido foi presidente do Sevilla em um dos períodos mais vencedores de sua história. Entre 2002 e 2013, os andaluzes levaram duas vezes a Copa Uefa, duas Copas do Rei e duas Supercopas da Espanha.

Bookmark and Share

Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.