Porto Alegre, sábado, 22 de Novembro de 2014

  • 05/03/2014
  • 20:19
  • Atualização: 20:21

Alemanha sofre para vencer por 1 a 0 Chile do colorado Aránguiz

Uruguai teve tarde ainda mais difícil e precisou buscar em pate em 1 a 1 com a Áustria

Alemanha sofre para vencer por 1 a 0 Chile do colorado Aránguiz | Foto: Patrik Stollarz/AFP/CP

Alemanha sofre para vencer por 1 a 0 Chile do colorado Aránguiz | Foto: Patrik Stollarz/AFP/CP

  • Comentários
  • AFP

Foi uma quarta-feira trabalhosa para os campeões do mundo Alemanha e Uruguai, em seus respectivos amistosos. Os tricampeões precisaram suar a camisa para derrotar o Chile do colorado Charles Aránguiz, por 1 a 0, em Stuttgart. Ao mesmo tempo, os latinos bicampeões precisaram de um gol salvador para empatar com a Áustria.

Mesmo com a vitória frente a um adversário que também disputará a Copa, a torcida alemã vaiou a equipe depois da partida. O único gol da partida foi marcado pela revelação Mario Gotze, aos 16 minutos de jogo.

O meia do Bayern de Munique recebeu bom passe de Özil na marca do pênalti, dominou com a perna direita e chutou com a esquerda, sem chances para o goleiro Herrera. Jogando na casa do adversário, os chilenos, que integram um dos grupos mais complicados da Copa do Mundo, o B, junto com a atual campeã mundial Espanha, a vice Holanda, e a Austrália, mostraram valentia e qualidade, criando as melhores chances de gol, mas pecaram apenas na hora de finalizar contra Manuel Neuer.

Como era esperado, o Aránguiz mostrou muita movimentação e também chegou de surpresa para apoiar os ataques do Chile. O esforço, contudo, exigiu substituição aos 35 minutos da segunda etapa, pelo cansaço.

Neuer, por sua vez, foi o mais exigido na Alemanha e contou também com a sorte. Aos 15 minutos do segundo tempo, o ex-gremista Eduardo Vargas acertou a trave após passe de Alexis Sanchez.

A Celeste Olímpica, por sua vez, sofreu para igualar as coisas contra os austríacos. Ainda no primeiro tempo, o atacante Janko abriu o placar em Klagenfurt. Lugano sentiu lesão e teve de ser substituído antes do intervalo e o técnico Óscar Tabarez fez quatro trocas até a virada para o segundo tempo.

Uma delas foi essencial. Álvaro Pereira foi para o gramado e, em apenas dois minutos, anotou o gol do empate. Ele aproveitou bate e rebate na área para fulminar as redes e definir o 1 a 1.


Bookmark and Share