Porto Alegre, domingo, 21 de Dezembro de 2014

  • 06/03/2014
  • 16:12
  • Atualização: 16:47

Marco Antônio "renasce" no Grêmio e ganha chance após quase um ano

Enderson Moreira garante que o meia está ganhando seu espaço no grupo

O meia, contratado em 2012, jogou seus primeiros minutos em 2014 | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / CP

O meia, contratado em 2012, jogou seus primeiros minutos em 2014 | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / CP

  • Comentários
  • Lancepress

Apesar do empate sem gols diante do Cruzeiro, um jogador do Grêmio teve o que comemorar. Marco Antônio, contratado em 2012, jogou seus primeiros minutos em 2014, após retornar de empréstimo. O atleta, que nem participou da pré-temporada com o restante do grupo, atuou pouco mais de dez minutos. Durante esse período, teve a possibilidade de cobrar uma bola parada do lado da área, pela esquerda. Bateu direto, sobre o gol. Além disso, participou no meio-campo das ações ofensivas. "É bom voltar a jogar. Pena o empate, vamos seguir lutando", disse ao deixar o campo. 

A última vez que havia jogado com a camisa do Grêmio havia sido pela Libertadores de 2013, em maio, na derrota para o Independiente Santa Fe, na Colômbia. No início da temporada, sua reintegração ao elenco, após empréstimo ao Atlético-PR, era dada como certa, juntamente com Léo Gago, que retornava do Palmeiras. Mas o volante passou a treinar com o elenco e Marco não. Se reapresentou depois do grupo e não realizou a pré-temporada com os colegas - o clube buscava um destino para o meio-campista. Mas, na sequência, no final de janeiro, passou a ser aproveitado nos treinamentos.

Técnico diz que jogador tem qualidade técnica

O técnico Enderson Moreira, adepto da filosofia de que o dia a dia decide as chances aos jogadores, garantiu que o meia está sendo observado e pode passar a ganhar mais oportunidades. Para a posição, Alán Ruiz, contratado do San Lorenzo, é quem tem mais espaço. Passou Maxi Rodríguez e Jean Deretti e é a principal opção no setor ofensivo. Marco aparece neste contexto.

"Marco é um jogador que tem muita qualidade técnica. Não conseguiu fazer a pré-temporada com a gente. Voltou e reiniciou o trabalho. Está a cada dia mostrando vontade de participar deste grupo. Está conquistando seu espaço. Ninguém tem cadeira cativa no grupo, no banco, na equipe. Os jogadores precisam se dedicar de uma forma diária", explicou Enderson.

Bookmark and Share