Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 07/03/2014
  • 19:40

Abertura da Paralimpíada de Sochi tem protesto solitário da Ucrânia

Porta-bandeira Mykhaylo Tkachenko foi o único representante do país no evento

 Mykhaylo Tkachenko foi o único representante da Ucrânia  | Foto: Kirill Kudrayavtsev / AFP / CP

Mykhaylo Tkachenko foi o único representante da Ucrânia | Foto: Kirill Kudrayavtsev / AFP / CP

  • Comentários
  • Lancepress

A Cerimônia de Abertura da Paralimpíada de Sochi contou com um protesto solitário da Ucrânia. No mesmo dia em que o país anunciou que não boicotará a a competição por enquanto, em meio à turbulência política entre o país e a Rússia, o porta-bandeira Mykhaylo Tkachenko foi o único representante do país no evento, no Estádio Fisht.

A delegação ucraniana é composta por 23 atletas. A entrada do atleta do cross country e do biatlo acontece depois que o governo russo enviou tropas armadas para a região da Crimeia, leste da Ucrânia, por não concordar com a deposição do presidente Víktor Yanukóvych pelo Parlamento ucraniano.

O Brasil foi representado por André Cintra e por Fernando Aranha, além da comissão técnica.

Bookmark and Share