Correio do Povo

Porto Alegre, 24 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
12ºC
Amanhã
16º


Faça sua Busca


Esportes

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

10/03/2014 12:44 - Atualizado em 10/03/2014 12:51

Memorial em homenagem a Luiz Carlos Prestes será inaugurado em abril

Fundação Gaúcha de Futebol investiu R$ 10 milhões em espaço na Capital

O memorial em homenagem a Luiz Carlos Prestes já tem data para ser inaugurado em Porto Alegre: 30 de abril. A garantia é do presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), Francisco Novelleto. Ele informou nesta segunda-feira que o custo da obra, financiada pela entidade, vai girar em torno de R$ 10 milhões. O espaço está sendo construído ao lado do futuro prédio da federação no cruzamento das avenidas Beira-Rio e Ipiranga, na Capital. O prédio de quatro andares da federação deverá começar a funcionar no dia 30 de maio.

A obra do memorial assinada pelo arquiteto Oscar Niemeyer estava prevista para ser inaugurada em novembro do ano passado. No entanto, o atraso na conclusão ocorreu devido a uma mudança nos planos. O escritório do falecido arquiteto, hoje comandado pelo bisneto de Niemeyer, exigiu que a iluminação do memorial fosse realizada por Peter Gasper, autor do projeto de iluminação do Sambódromo do Rio de Janeiro. A contratação ocorreu após uma série de reuniões entre os patrocinadores do projeto. Além de ser o primeiro prédio de Niemeyer em Porto Alegre, o memorial de Prestes é o primeiro projeto do arquiteto concluído no Brasil após sua morte. De acordo com Novelleto, a construção só foi iniciada após firmada parceria com a federação, que, em contrapartida pela cedência de parte do terreno de 10 mil metros quadrados - doado pela prefeitura da Capital em 1998 - assumiu a obra.

O secretário adjunto da Secretária Estadual da Cultura, Jefersom Assunção, afirmou que a obra do memorial tem uma importância estética porque vai mexer com paisagem da cidade. “Porto Alegre conta com o Museu Iberê Camargo, projeto do arquiteto português Álvaro Siza, e a pouco metros terá um trabalho de Oscar Niemeyer. São obras importantes para a cidade”, destacou. Com relação a faixa colocada na frente do memorial com a mensagem “Homenagem ao totalitarismo, retrocesso e ao maior fracasso políticos e econômico do século XX: comunismo, Assunção ressaltou que Prestes foi um homem de opiniões divergentes. “A democracia possibilita que possamos conviver com a diversidade. Não podemos anular parte da história porque somos de direita ou de esquerda. Prestes faz parte da história”, acrescentou.

O arquiteto responsável pela execução da obra, Hermes Teixeira da Rosa, destacou que o memorial em homenagem a Prestes terá uma galeria de fotos com a história do líder comunista, bem como um espaço dedicado a exposição de fotos e documentos do período da ditadura militar no Brasil. Também faz parte do espaço uma sala de teatro e conferências. “A concepção de Niemeyer para a obra é vidro e concreto. Estamos com mais de 90% da obra concluída”, explicou.

Bookmark and Share


Fonte: Claudio Isaías / Correio do Povo





» Tags:Esporte

O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.