Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

  • 22/03/2014
  • 19:06
  • Atualização: 19:17

Medeiros minimiza críticas de Abel por não atuar no Beira-Rio

Dirigente do Inter explicou que expectativa para atuar no novo estádio é normal

Inter atuou no Estádio do Vale este sábado | Foto: Alexandre Lops /Inter/ CP

Inter atuou no Estádio do Vale este sábado | Foto: Alexandre Lops /Inter/ CP

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

O técnico Abel Braga não escondeu a insatisfação por não poder atuar no estádio do Beira-Rio diante do Cruzeiro - partida vencida por 3 a 1 pelo Inter -,  nas quartas de final do Campeonato Gaúcho. Na sexta-feira, ele já havia dito que a “festa seria jogar em casa”, em referência aos preparativos para os shows da reinauguração. Após o duelo, o comandante colorado reclamou do campo do Estádio do Vale, em Novo Hamburgo. O diretor de futebol Marcelo Medeiros minimizou as declarações e considerou “normal” a frustração do treinador.

“O que o Abel está externando é uma frustração em razão de uma expectativa que se criou, principalmente em função do impacto que causa um novo estádio”, explicou. “A gente conversa todo dia e o fato de o Abel ter uma expectativa não significa que a direção não dialogue com ele”, completou.

O dirigente explicou que o jogo com o Cruzeiro não foi realizado na casa colorada para finalizar alguns detalhes da obra. “A gente está trabalhando para conseguir as coisas. Os órgãos público estão se encarregando de dar as melhores condições para quem usufruir do Beira-Rio. Para todos que forem usar o estádio”, argumentou.

Contra o Caxias, o Colorado deverá atuar novamente no Estádio do Vale. Para Medeiros, o clube não vai ter prejuízo por causa disso: “Não projeto prejuízo técnico para nosso time. O Inter foi campeão gaúcho no ano passado e não foi no Beira-Rio. A princípio o jogo (contra o Caxias, pela semifinal do Gauchão) deve ser aqui (em Novo Hamburgo)”.

Bookmark and Share


TAGS » Futebol, Inter, Esporte