Correio do Povo

Porto Alegre, 27 de Agosto de 2014


Porto Alegre
Agora
7ºC
Amanhã
18º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Inter

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

27/03/2014 09:24 - Atualizado em 27/03/2014 09:52

“Inter fará de tudo para jogar no Beira-Rio”, garante Medeiros

Dirigente afirmou que só questões "alheias ao clube" podem tirar decisão do estádio colorado

Vitória sobre o Caxias garantiu Inter na final<br /><b>Crédito: </b> Fabiano do Amaral
Vitória sobre o Caxias garantiu Inter na final
Crédito: Fabiano do Amaral
Vitória sobre o Caxias garantiu Inter na final
Crédito: Fabiano do Amaral

Dono da melhor campanha do Campeonato Gaúcho, o Inter ainda não tem a certeza de que poderá jogar a partida decisiva em sua casa. A dúvida, no entanto, não passa pelo temor de ver o Grêmio comemorar o título no Beira-Rio uma semana após a festa de reinauguração, garantiu o vice de futebol Marcelo Medeiros. Após a vitória sobre o Caxias, o dirigente afirmou que o clube fará todo o esforço possível para mandar a final do estadual na nova casa.

“Eu não vou entrar no mérito da questão medo. A diretoria do Inter e história do clube têm outro tipo de conduta. Disputamos Mundial, Libertadores e títulos que perdemos e ganhamos. Nunca tivemos medo. O que temos que ter é responsabilidade, transparência e honestidade. O Inter não joga no Beira-Rio há quase um ano e meio, tivemos um desgaste enorme o ano passado por não atuar no nosso estádio. Para tranquilizar o torcedor, digo que o Inter em todas as suas áreas diretivas fará tudo que for possível para jogar no Beira-Rio”, declarou.

Apesar disso, Medeiros admitiu que questões de segurança envolvendo bombeiros ou outros órgãos públicos podem atrapalhar os planos do clube já que o entorno do Beira-Rio ainda está em obras. O dirigente também demonstrou preocupação com o estado do gramado após a festa de inauguração, que ocorre uma semana antes do jogo decisivo do Gauchão.

“Tínhamos a pretensão de jogarmos as quartas de final no Beira-Rio e 48 horas antes fomos surpreendidos com um fato alheio à vontade do clube. Agora é Gre-Nal. Entre uma partida e outra teremos um evento. Se não houver um fato alheio ao Inter, que sejam motivos por órgãos públicas, de bombeiros ou segurança, sei lá, já vamos surpreendidos por tantas coisas, o clube fará de tudo para jogar no dia 13 no Beira-Rio”, disse.

“Pode ser uma preocupação (o gramado). A festa tem cuidados de preservação do gramado, haverá proteção, mas existe uma programação com grandes participantes no gramado a gente está atendo para que isso não seja um problema”, completou.

Bookmark and Share

Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.