Correio do Povo

Porto Alegre, 21 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
11ºC
Amanhã
13º 24º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Gre-Nal

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

29/03/2014 20:05 - Atualizado em 29/03/2014 20:12

Estrangeiros são atração no Gre-Nal 400

Grêmio aposta em Barcos, Riveros e Alan Ruíz e o Inter confia em D’ Alessandro e Aranguiz

Grêmio aposta em Barcos, Riveros e Alan Ruíz e o Inter confia em D’ Alessandro e Aranguiz
Grêmio aposta em Barcos, Riveros e Alan Ruíz e o Inter confia em D’ Alessandro e Aranguiz
Grêmio aposta em Barcos, Riveros e Alan Ruíz e o Inter confia em D’ Alessandro e Aranguiz

A história de Grêmio e Inter com os países da América do Sul é tão antiga quanto o Gre-Nal, que neste domingo às 16h na Arena, chega ao jogo de número 400. Os gremistas não esquecem, por exemplo, Hugo de León, Ancheta, Arce, entre outros. Pelo lado do Inter, Figueroa, o autor do gol iluminado, Gamarra, Ruben Paz também vivem na memória.

O confronto que abre a final do Campeonato Gaúcho 2014 também tem nos estrangeiros alguns dos principais destaques dos dois times. Barcos e Riveros, pelo Tricolor, e D’Alessandro e Aránguiz, pelo Colorado, têm desempenhos destacados neste começo de temporada e chegam à partida como protagonistas. Depois de um ano de 2013 difícil e com poucos gols – apenas 14 em 57 jogos – Barcos já balançou as redes 12 vezes em 2014. O camisa 9 gremista é o artilheiro do Gauchão. Foi do argentino o gol gremista de pênalti - seu segundo em Gre-Nais - que empatou o clássico na fase classificatória do campeonato.

Outro estrangeiro, Riveros, ganhou a vaga de titular ustamente no Gre-Nal da fase classificatória do Gauchão, quando foi uma das surpresas de Enderson Moreira na escalação e teve atuação destacada. Desde lá, o trio de volantes do Tricolor – Edinho, Ramiro e Riveros se consolidou e o paraguaio tem sido peça fundamental tanto na armação quanto na criação das jogadas. Pela Libertadores, onde Barcos ainda não desencantou, Riveros fez o papel de artilheiro abrindo o caminho do Grêmio no torneio com vitória. O gol sobre o Nacional do Uruguai foi fundamental para o Tricolor iniciar bem a campanha na competição continental. O Tricolor ainda conta com Alan Ruiz, outro argentino e que com um futebol técnico, vistoso e de grande visão, tem encantado os torcedores.

No lado vermelho, quando se fala em Gre-Nal e estrangeiro, a torcida colorada tem na ponta da língua um nome: D’Alessandro. Camisa 10, capitão e craque do time, o argentino é um símbolo do clube. Em 2013, D’Ale anotou seu sétimo gol sobre o Grêmio e se tornou o maior artilheiro do Inter em clássicos nos últimos 30 anos. Para esta temporada, ganhou um grande auxilio no meio-campo colorado. Contratado junto à Universidad de Chile, Aránguiz rapidamente se firmou no time e conquistou a confiança do técnico Abel Braga. Volante, mas com grande chegada ao ataque, o chileno já tem quatro gols na temporada e é atualmente o principal destaque do Inter ao lado do camisa 10.

Seja com Barcos, Riveros, Alan Rúiz, D’Alessandro ou Aránguiz, a Arena pode ver, domingo, um “gringo” marcando seu nome na história do Gre-Nal 400.


Bookmark and Share

Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.