Correio do Povo

Porto Alegre, 1 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
15º 22º


Faça sua Busca


Esportes > Fórmula 1

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

30/03/2014 14:17

Após Massa não atender ordem da equipe, clima é quente na Williams

Engenheiro Rod Nelson confirmou que ordens foram estratégicas

A polêmica ordem da equipe Williams para Felipe Massa deixar seu companheiro, Bottas, ultrapassá-lo para atacar Button certamente ainda dará muito o que falar. De acordo com o engenheiro da equipe, Rod Nelson, as ordens foram no sentido de maximizar os pontos da equipe. Para Massa, ele fez o certo em ignorar o pedido e, para Bottas, ele teria uma chance de passar Button.

"Ele não fez o que nós gostaríamos que ele fizesse. Procuramos maximizar os pontos dos construtores sempre que vamos correr. Felipe estava com a temperatura do motor muito alta e estávamos preocupados com isso. Valtteri tinha pneus mais frescos do que Jenson", disse Rod Nelson.

O próprio engenheiro garante que a posição seria devolvida à Massa caso Bottas não ultrapassasse Button, além de garantir que a decisão não foi baseada em favoritismo a nenhum piloto em especial.

"Achamos que seria uma boa dar a Valtteri uma chance de passar Button. Se ele não conseguisse em duas ou três voltas, teríamos trocado os pilotos novamente e todos ficariam felizes. Não é uma grande coisa, todo time faz isso. Foi uma decisão estratégica baseada na performance de ambos os carros. Não há nada além disso, não queremos colocar um piloto para cima e outro para baixo, não temos ordens assim na Williams. Não somos como outros times que tem pilotos 1 e 2, aqui temos dois pilotos número 1", completou.

Felipe Massa, em entrevista após a corrida, afirmou que fez o correto em negar a ordem da Williams, dizendo que Bottas não teria chances de ultrapassar o piloto da McLaren e, por isso, preferiu manter-se na mesma posição para garantir os pontos da equipe.

"Ouvi a mensagem, mas não estava clara. O que fiz foi correto. Estou tentando fazer o melhor para a equipe, isso é o mais importante. Tenho certeza que o resultado não mudaria se eu deixasse ele passar. Estou fazendo tudo que posso para ajudar o time a melhorar o carro e dar o máximo de experiência que posso à equipe. O time me respeita 100% e eles me mostraram isso após a corrida. Não tive problemas e o que aconteceu hoje, com certeza não é o que eu esperava, mas no fim, foi correto", disse Massa.

Já seu companheiro, o finlandês Valtteri Bottas, garante que teria ultrapassado Button e afirmou que a equipe deve discutir internamente o que aconteceu no GP da Malásia.

"Acho que eu teria uma possibilidade. Eu atrasei minha primeira parada para troca de pneus e eles estavam em melhor condição que os de Button e Felipe. Eu senti que tinha mais ritmo que os dois, acho que teria uma boa chance contra o Jenson. Poderíamos ter tido mais pontos para o time. Mas vamos conversar isso com o time e analisar o que aconteceu e o que faremos no futuro em situações similares para que tudo fique claro. Quais são as regras e o que fazer nessas situações", disse Bottas.


Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.