Correio do Povo

Porto Alegre, 22 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
19º 30º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

30/03/2014 18:38

Vitória se garante na final do Campeonato Baiano

Placar de 6 a 0 mostrou a superioridade do time rubro-negro que agora enfrenta o Bahia

 O Vitória garantiu, agora a pouco, a segunda vaga na final do Campeonato Baiano. Após sonora goleada sobre o seu xará Vitória da Conquista, no Pituaçu, o Rubro-Negro de Salvador irá enfrentar o seu maior rival Bahia na decisão do torneio, que já tem seu primeiro jogo marcado para o próximo domingo. O placar de 6 a 0 mostrou a superioridade do time e os jogadores se sentem mais confiantes para encararem o Tricolor de Aço no clássico.

O Vitória abriu o placar logo aos três minutos de jogo com Souza. Após bola lançada na área, defesa do Conquista se atrapalha e o atacante fica livre para tocar na saída de Augusto e fazer o seu primeiro gol com a camisa rubro-negra. O gol aumentou a vantagem do Vitória, fazendo com que o Conquista precisasse marcar três gols para ficar com a vaga na final do Campeonato Baiano.

Aos 15, o Vitória ampliou o placar com Hugo. A defesa do Conquista falha mais uma vez e bola sobra com Juan, que toca na medida para Hugo, de primeira, empurrar a bola para o fundo das redes. Aos 22, o rubro-negro chegou ao terceiro com Juan. Ayrton cobra falta com muita força e Augusto espalma para frente. No rebote, lateral, sem marcação, manda para o fundo das redes.

Mais três gols no segundo tempo
A segunda etapa foi morna, sem tantas chances de gol. O Vitória administrou o resultado, se preocupando com a integriadade física de seus jogadores e já visando a final contra o Bahia. Logo no começo, Ney Franco já havia substituído suas principais peças.

No entanto, não significa que o Vitória não iria não iria mais jogar. A goleada ficou maior quando o lateral Ayrton, aos 21, fez o quarto do Leão. O lateral cobrou falta com precisão, onde a coruja dorme. O goleiro Augusto não conseguiu fazer nada para evitar o golaço. Aos 32, o quinto. William Henrique recebeu pela direita, driblou dois e chutou forte para estudar as redes da meta. Seis minutos depois, o sexto, outro de Ayrton. Mansur cruzou para a área e a defesa do Conquista afastou. Na sobra, Ayrton pegou de primeira, sem deixar a bola tocar no chão, e acertou o canto do goleiro Augusto.

Bookmark and Share


Fonte: Lancepress





» Tags:Futebol Esporte

O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.