Correio do Povo

Porto Alegre, 30 de Agosto de 2014


Porto Alegre
Agora
9ºC
Amanhã
15º 26º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Liga dos Campeões

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

01/04/2014 17:44 - Atualizado em 01/04/2014 17:55

United abre o placar, mas cede empate ao Bayern de Munique

Jogo terminou em 1 a 1 e alemães têm vantagem para o duelo de volta, pelas quartas da Liga dos Campeões

United e Bayern empataram em 1 a 1 no Old Trafford<br /><b>Crédito: </b> Andrew Yates / AFP/ CP
United e Bayern empataram em 1 a 1 no Old Trafford
Crédito: Andrew Yates / AFP/ CP
United e Bayern empataram em 1 a 1 no Old Trafford
Crédito: Andrew Yates / AFP/ CP

Os jogadores do Manchester United se esforçaram para provar que o time não era inferior ao Bayern de Munique. Com muita luta, os ingleses conseguiram um empate de 1 a 1 contra os alemães, no Old Trafford, pelo jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa.

Na próxima semana, em Munique, os bávaros jogam por um empate em 0 a 0 para avançarem na competição. Um novo 1 a 1 leva o jogo à prorrogação e pênaltis. Se o resultado terminar igual, mas com dois ou mais gols para cada lado (2 x 2, 3 x 3 e assim por diante, o United se classifica. O Bayern não terá Schweinsteiger no jogo da volta, expulso no final da partida.

O Bayern não mudou a forma de jogar e tocou bola até encontrar a brecha no ataque. Igual ao Barcelona de 2009-2012. Conhecedor do atual campeão europeu, o Manchester United ficou atrás da linha da bola para evitar que o goleiro De Gea tivesse trabalho.

No primeiro tempo, os alemães tiveram o controle absoluto da posse de bola, mas finalizaram pouco. Apenas um chute de Robben, defendido por De Gea. O United só jogou na base do chutão ou, com boa vontade, nos lançamentos. Num deles, Welbeck ficou sozinho com Neuer e optou pela cavadinha. O goleiro adversário teve tempo de fechar o ângulo e salvar com um tapa.

A postura do Manchester na segunda etapa foi completamente diferente. O time se arriscou mais e conseguiu abrir o placar numa cabeçada de Vidic. Foi preciso levar um gol para o técnico Pep Guardiola se levantar do banco de reservas e resolver mudar o Bayern.

Sem atacante de referência na área, ele colocou Mandžukic para aumentar o poder de ataque pelo alto. Na primeira bola, o croata ajeitou de cabeça para Schweinsteiger balançar a rede e deixar tudo igual. O Manchester recuou e aguentou a pressão final dos alemães.

Bookmark and Share

Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.