Correio do Povo

Porto Alegre, 1 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
13ºC
Amanhã
16º 20º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Liga dos Campeões

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

01/04/2014 17:47 - Atualizado em 01/04/2014 17:52

Barcelona pressiona, mas empata com o Atlético de Madri em casa

Diego e Neymar marcaram no 1 a 1 do jogo de ida das quartas de final da Liga

Diego Costa e Neymar marcaram no 1 a 1 do jogo de ida das quartas de final da Liga<br /><b>Crédito: </b> Lluis Gene / AFP / CP
Diego Costa e Neymar marcaram no 1 a 1 do jogo de ida das quartas de final da Liga
Crédito: Lluis Gene / AFP / CP
Diego Costa e Neymar marcaram no 1 a 1 do jogo de ida das quartas de final da Liga
Crédito: Lluis Gene / AFP / CP

Em um jogo de gols de brasileiros, Barcelona e Atlético de Madri empataram em 1 a 1 no primeiro confronto das quartas de final da Liga dos Campeões. A partida foi disputada no Camp Nou, em Barcelona e, com o resultado, o Atlético sai em vantagem na disputa, pois se classifica às semifinais com um empate sem gols.

A partida de volta, no estádio Vicente Calderón, será na quarta-feira da semana que vem. No fim de semana os dois times voltam a campo. No sábado, o Atlético de Madri recebe o Villarreal, e o Barcelona joga, também em casa, contra o Betis.

Pelo menos no primeiro tempo, a partida seguiu a tendência desse duelo na temporada. Muita pegada, intensidade, e nada de bola na rede. O Atlético começou fazendo muita pressão no campo de ataque, e quase que Pinto entrega. Na sequência, Villa chutou para fora.

O Barcelona também tentou essa estratégia, e melhor chance surgiu após linda jogada de Messi, que deixou Iniesta pronto para marcar, mas Godín cortou na hora certa.

O primeiro tempo também, ficou marcado pelas mudanças por lesões. Piqué teve que sair, veio Bartra, e Diego Costa voltou a sentir dores, e deu lugar a Diego. O Atlético teve que se rearrumar, agora com o meio mais povoado e Villa isolado na frente. Na reta final do primeiro tempo, Neymar ainda arriscou de longe a bola foi para fera, e o espanhol, ex-Barcelona, chutou para boa defesa de Pinto.

Na volta do intervalo, o jogo continuou pegado, e dessa vez vieram os gols. Os times permaneceram com os seus esquemas, mas um certo medo, e talvez até covardia, de Diego Simeone, acabou indo contra ele próprio. Diego, que havia entrado ainda no primeiro tempo, acertou um golaço. O ex-jogador do Santos recebeu da intermediária, limpou Xavi e acertou uma bomba no ângulo, sem chances para Pinto.

Aí o Atlético foi para trás. Gerardo Martino colocou Sánchez para pressionar, e Simeone tirou Villa, nesta altura o seu único atacante, e colocou o meia Sosa. Um minuto depois, empate do Barcelona. E novamente com brasileiro. Iniesta acertou um lindo passe para Neymar, que invadiu a área, foi mais rápido que Miranda, e chutou cruzado para empatar.

Daí para frente foi Barcelona no ataque até o fim. Muita pressão, toque de bola em velocidade, e um "caminhão" do Atlético de Madrid na frente da área.

Bookmark and Share

Fonte: Correio do Povo e Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.