Correio do Povo

Porto Alegre, 1 de Agosto de 2014


Porto Alegre
Agora
17ºC
Amanhã
19º 28º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

03/04/2014 16:02 - Atualizado em 03/04/2014 16:04

Presidente do Barcelona afirma que clube é vítima de injustiça da Fifa

Josep María Bartomeu disse que pessoas querem manchar a imagem do clube

O presidente do Barcelona, Josep María Bartomeu, defendeu o clube nesta quinta-feira na questão da punição dada pela Fifa ao clube. O Barça está proibido de fazer contratações de jogadores pelas próximas duas janelas, por ter infringido a proibição de fazer transferências internacionais de jogadores menores de 18 anos. O dirigente garantiu que o modelo das categorias de base do clube seguirá.

“Somos vítimas de uma grave injustiça. A Fifa castiga um modelo de 35 anos, um modelo que a própria Fifa premiou durante anos. Vem à minha cabeça a foto de Messi, Xavi e Iniesta com a Bola de Ouro. Aqui as crianças recebem uma formação, que em seu países talve\ não poderiam receber. Estamos de acordo com a normativa da Fifa. Ela deve ser aplicada sobre aqueles que se aproveitam dos menores, o que não é o nosso caso”, afirmou.

Segundo Bartomeu o clube já havia repassado à Fifa, desde fevereiro do ano passado, informações de 33 atletas. O dirigente acha estranho que o documento da sanção tem data de novembro, mas só foi comunicada ao clube nesta semana. “Demos um total de 33 informações de jogadores diferentes. A sanção foi decidida em 28 de novembro, e só chegou quatro meses mais tarde. Nós não tínhamos conhecimento de qualquer reunião sobre esta sanção”, afirmou Bartomeu,

O presidente do Barça reforçou a intenção do clube de recorrer da pena e, se for necessário, iria ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS). Segundo o dirigente, há pessoas interessadas em atingir a imagem do Barcelona. “Estão tentando fazer dano ao Barça e estamos investigando isso. Quando conseguirmos as provas, não pararemos e não vamos parar. Já temos evidências sólidas sobre isso”, disse.

O dirigente afirmou que o modelo de "La Masía" será defendido pela diretoria do Barcelona. “Atualmente cuidamos de 278 crianças, de 18 países. Sendo que 40 possuem nacionalidade espanhola, e 80 são residentes de La Masía. Não vamos abrir mão de nosso modelo. La Masía não se toca, é essa a mensagem que queremos enviar. É o modelo que fez deste clube um líder do futebol mundial”, deixou claro Bartomeu.

Bookmark and Share

Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.