Porto Alegre, domingo, 23 de Novembro de 2014

  • 03/04/2014
  • 18:13
  • Atualização: 18:15

Blatter descarta excluir Uruguai da Copa do Mundo

Presidente da Fifa disse que problema no país está resolvido

  • Comentários
  • AFP

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, descartou nesta quinta-feira a possibilidade de excluir o Uruguai da Copa do Mundo no Brasil, em meio à grave crise institucional do futebol do país desencadeada por episódios de violência nos estádios. "Vocês pensam que o Uruguai vai ser sancionado? Não, o Uruguai vai disputar o Mundial e integrar seu grupo", assegurou o dirigente na Costa Rica, onde acompanha o Mundial Sub-17 de futebol feminino.

• Conmebol pune federação uruguaia, mas não afeta participação na Copa

Na semana passada, circulou na imprensa uruguaia rumores de que a Celeste poderia ficar fora da Copa, devido a uma suposta intervenção do governo no futebol do país. Na última segunda-feira, todos os membros Conselho Executivo da Associação Uruguai de Futebol (AUF) renunciaram aos seus cargos depois da decisão do presidente José Mujica de retirar a polícia dos estádios.

"O problema do futebol uruguaio está resolvido", insistiu Blatter, ao salientar que recebeu informações de que o governo uruguaio tinha adotado medidas para garantir a segurança dos estádios.

A seleção uruguaia, bicampeã mundial em 1930 e 1950, integra o chamado grupo da morte da Copa do Mundo do Brasil, que tem ainda Itália, Inglaterra e Costa Rica.

Bookmark and Share