Porto Alegre, sábado, 22 de Novembro de 2014

  • 07/04/2014
  • 07:45
  • Atualização: 07:48

Pistorius chora no tribunal e pede perdão pela morte da namorada

Campeão paralímpico falou em público pela primeira vez após crime

Pistorius chora no tribunal e pede perdão pela morte da namorada | Foto: Themba Hadebe / AFP / CP

Pistorius chora no tribunal e pede perdão pela morte da namorada | Foto: Themba Hadebe / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

O campeão paralímpico sul-africano Oscar Pistorius, julgado pelo assassinato da namorada em fevereiro de 2013, foi convocado para prestar depoimento nesta segunda-feira e começou o testemunho com um pedido de perdão, entre lágrimas, à família da vítima. Ao falar em público pela primeira vez desde a tragédia, confessou que desde então sofre com "pesadelos terríveis".

Pistorius alega inocência na acusação de assassinato da namorada Reeva Steenkamp. Ele afirma que a matou por acreditar que atirava contra um ladrão escondido no banheiro ao lado de seu quarto.

Com as próteses de fibra carbono que valeram o apelido de "Blade Runner", Pistorius - amputado das duas pernas abaixo dos joelhos quando tinha 11 meses - conquistou um grande prestígio ao tornar-se o primeiro atleta paralímpico a participar em uma edição dos Jogos Olímpicos, em Londres 2012.

Bookmark and Share