Porto Alegre, sábado, 1 de Novembro de 2014

  • 08/04/2014
  • 19:47
  • Atualização: 19:54

Edinho nega mágoa por ter ficado fora da festa do Beira-Rio

Volante do Grêmio também elogiou D’Alessandro, mas disse que um jogador só “não faz verão”

Edinho nega mágoa por ter ficado fora da festa do Beira-Rio | Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA / CP

Edinho nega mágoa por ter ficado fora da festa do Beira-Rio | Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA / CP

  • Comentários
  • Laion Espíndula / Correio do Povo

Anunciado pelo Grêmio no início deste ano, o volante Edinho ficou fora da festa de reinauguração do estádio Beira-Rio nesse fim de semana. Campeão mundial e da Libertadores pelo Inter em 2006, o jogador considerou normal não ter sido convidado para o show que lembrou os momentos históricos do rival e negou qualquer tipo de mágoa com o ex-clube.

“O Inter não chegou a me convidar para a festa. Acho que o que eu fiz, está feito e nada vai apagar. Não fiquei chateado com isso. Está tudo tranquilo”, contou o volante, em entrevista coletiva.

Embora tenha dito que o Grêmio deve focar no jogo contra o Nacional-URU, nesta quinta-feira, para depois pensar no Gre-Nal decisivo do Gauchão, Edinho elogiou o ex-colega D’Alessandro. “É difícil falar sobre isso. Já joguei contra o Robinho e meu time ganhou. Contra o Neymar também. O D’Alessandro é um grande jogador e ponto. Mas sozinho, jogador não faz verão. A gente respeita ele demais”, ponderou.

No treino desta terça-feira, o técnico Enderson Moreira sacou Edinho do time titular e testou o meia Jean Deretti na primeira parte do coletivo. Edinho minimizou a saída e disse que o treinador estava testando alternativas. “Ele me conhece bem, sabe como tenho feito os jogos. Ele tem que treinar outros esquemas e isso faz parte. Se precisar colocar outro jogador, vai ser”, observou.

Bookmark and Share