Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 14/04/2014
  • 11:34
  • Atualização: 11:47

"Derrota não passa pela saída de Edinho", diz Chitolina

Dirigente afirmou que Grêmio irá buscar razões para revés no Gre-Nal

Dirigente nega que saída de Edinho causou goleada do Inter | Foto: Fabiano do Amaral

Dirigente nega que saída de Edinho causou goleada do Inter | Foto: Fabiano do Amaral

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

Goleado pelo arquirrival na final do Gauchão, o Grêmio terá toda a semana para "lamber as feridas" e buscar a recuperação para a estreia no Campeonato Brasileiro diante do Atlético-PR. Para o assessor de futebol do clube, Marcos Chitolina, a derrota para o Inter não passa pela saída de Edinho no intervalo da partida. "É difícil você ficar com um jogador pendurado num jogo pegado como o clássico, correndo o risco de ficar com um homem a menos. A derrota não passa pela saída do Edinho. Nós, internamente, vamos descobrir a razão para o resultado ter acontecido", disse em entrevista à Rádio Guaíba.  

Chitolina destacou que o Grêmio tem todas as ferramentas para buscar a reversão na Copa Libertadores. Segundo o dirigente, o esquema tático proposto por Enderson Moreira não foi uma das causas para o revés no Gre-Nal. "Nós fizemos grandes jogos com a mesma formação na Libertadores. Temos de saber o que podemos mudar. Ninguém é culpado aqui", salientou. 

O Grêmio corre atrás de duas contratações para a sequência da Libertadores. O meia Rodriguinho, do Corinthians, e o atacante Arthur, do Londrina, podem ser anunciados entre esta segunda e terça-feira. Apesar disso, Chitolina não quis confirmar o interesse nos dois jogadores. "Temos algumas coisas encaminhadas e vamos ver se estas situações podem ser concretizadas", resumiu.


Confira galeria de fotos:






Bookmark and Share